Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

Esportes - JB na Copa

Argentinos lotam rodoviária do Rio em busca de passagens para Brasília

Agência Brasil

“No tiene, no tiene”, arranhava o portunhol uma atendente no balcão de passagens no Terminal Rodoviário Novo Rio.  Depois da língua portuguesa, o espanhol e o portunhol são as variedades mais ouvidas nessa sexta-feira feira (4) movimentada na rodoviária. O esforço é uma tentativa de comunicação com argentinos que tentam embarcar para Brasília, para partida contra a Bélgica amanhã (5).

Jorgelina Dorado conseguiu comprar a passagem antecipadamente. Sabe que a viagem é de 17 horas, mas diz que vale o esforço. “Estamos contentes de vir ao Rio, de conhecer o Brasil e ir a Brasília, apoiar a seleção, classificada, contra a Bélgica. Vamos fazer 2 x 1”, apostou a administradora, que está de férias.

Já três amigos de Buenos Aires correm o risco de ver o jogo no Rio mesmo. Lucas Fernandez Sebastian de La Rosa conta que não conseguiu comprar passagens. Corre de um balcão para o outro e põe a culpa na “emoção”. “Muita festa, muita alegria, muita comemoração. Não conseguimos pensar nisso antes”, justificou o administrador.

De Córdoba, também com destino à Brasília, dois amigos conseguiram passagem e vão partir ainda na tarde de hoje. O professor de educação física Matias Malafantes diz que as passagens aéreas estavam impraticáveis e que encarar uma viagem longa de ônibus é normal na Argentina. “Vamos sair 13h para chegar com antecedência. De avião, teríamos que pagar R$1,2 mil, muito caro, seria uma loucura”. Ele veio de avião da Argentina para o Brasil e volta na próxima semana para casa.

Na rodoviária, além dps argentinos e de brasileiros que aproveitaram o final de semana estendido da Copa do Mundo para viajar, uma vez que o Rio recebe o jogo da Alemanha e França e a prefeitura decretou feriado nesta sexta-feira, turistas que já tiveram suas seleções eliminadas querem conhecer o país antes de voltar para casa. É o caso de quatro amigos chilenos, que seguiam para Paraty. Eles já estiveram em Angra dos Reis, depois de passar por Belo Horizonte e São Paulo.

“Vamos para a Ilha Grande. Ficaremos alguns dias, ali é um litoral muito lindo, maravilhoso”, disse Patricio Larin, acostumado a viajar pelo Brasil de ônibus. “Não há garantia de chegar, mas até agora, acompanhando o Chile, não tivemos problema”, disse ele, que prometeu torcer pela Colômbia no jogo contra o Brasil, às 17h. A partida será disputada na Arena Castelão, em Fortaleza.

Tags: Argentina, bélgica, brasil, Copa, viagem

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.