Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Esportes - JB na Copa

Suspenso, Rodrigo Paiva diz que há provas e critica chilenos

Portal Terra

Acusado pelo atacante Pinilla de agressão no intervalo do confronto entre Chile e Brasil nas oitavas de final da Copa do Mundo, o assessor da Seleção Brasileira, Rodrigo Paiva, se pronunciou nesta segunda-feira sobre a suspensão imposta pela Fifa para investigação dos fatos. Ele afirmou que respeita a decisão e aguarda a conclusão do caso.

“Respeito, como sempre respeitei, as decisões da Fifa. O caso está sendo investigado pelo Comitê Disciplinar da entidade, e o mesmo já tem à sua disposição provas da conduta reprovável por parte de membros da delegação chilena e que trarão luz à verdade dos fatos", disse Rodrigo Paiva.

Segundo Pinilla, o assessor da Seleção Brasileira o agrediu com um soco no intervalo sem motivo algum. O jogador chegou a cobrar publicamente punição a Rodrigo Paiva, comparando o caso com a mordida de Suárez, julgada com severidade pela Fifa. Já o brasileiro explicou que houve uma confusão generalizada no caminho para os vestiários e que estava se defendendo dos ataques do chileno.

Na partida em questão, Brasil e Chile jogaram no Mineirão, em Belo Horizonte, e empataram por 1 a 1 no tempo normal. Pinilla chegou a acertar uma bola no travessão no segundo tempo da prorrogação, mas não marcou o gol. Nos pênaltis, a Seleção Brasileira levou a melhor e se classificou para as quartas de final.

Tags: agressão, Assessor, chileno, Copa, Mundo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.