Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Outubro de 2014

Esportes - JB na Copa

"Maravilhados", argentinos tomam sambódromo em SP por apoio

Portal Terra

Argentinos que estão viajando de carro ou motorhome para acompanhar os lances da seleção de Lionel Messi nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2014 já ocupam o estacionamento do sambódromo do Anhembi, na zona norte de São Paulo, disponibilizado pela prefeitura para acomodar esses torcedores.

Embora apenas 7,5 mil argentinos tenham ingresso para a partida contra a Suíça, que acontece às 13h (de Brasília) desta terça-feira, na Arena Corinthians, a previsão é que mais de 70 mil torcedores do país vizinho visitem São Paulo até o dia do duelo.

"Não importa que não vamos ao estádio. O que importa é a seleção e o Messi. Estamos aqui para dar apoio. Vamos para a Fan Fest", disse o bailarino Nico Caorsi, 24 anos, da cidade de San Miguel de Tucumán.

Ele e outros três amigos, que estão viajando de carro pelo Brasil, já passaram por Porto Alegre - também sem ingressos para a partida contra a Nigéria - e Florianópolis. Agora, estão acampados no Anhembi e reclamam apenas da falta de chuveiro no local. "Mas vamos dar um jeito, vamos tomar banho de caneca", disse o barman Julian Varela, 27, morador da cidade de Concordia e amigo de Caorsi.

No fim da tarde de domingo, uma funcionária do Consulado-Geral da Argentina em São Paulo distribuía mapas da cidade aos torcedores que chegavam ao Anhembi. Entre as recomendações, "evitar o centro da cidade à noite". No sambódromo, a segurança dos turistas é feita por agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM).

No pátio do Anhembi, um ônibus transformado em motorhome chama a atenção. Segundo o advogado argentino Santiago Alfieri, 29 anos, morador da cidade de Paraná (capital da província de Entre Ríos), o veículo foi comprado em abril de 2013 com outros dez amigos, justamente para o projeto de percorrer o Brasil durante a Copa. "Compramos o ônibus, retiramos todos os assentos e o transformamos em um motorhome com nossas próprias mãos", conta Alfieri.

"Estamos maravilhados"

O grupo de 11 argentinos já passou pelas cidades de Belo Horizonte e Rio de Janeiro - onde nem todos puderam assistir aos jogos nos estádios -, além de Búzios, Cabo Frio e Arraial do Cabo, no Rio. Para o jogo contra a Suíça, porém, ninguém tem ingresso, e eles planejam ir à Fifa Fan Fest, que acontece no vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo. "Está sendo fantástico. Todos aqui no Brasil são muito dispostos a nos ajudar, dar informações. A rivalidade é no futebol. Estamos maravilhados", continuou Alfieri.

A mesma opinião tem o estudante de direito Maximiliano Gottfridt, 33 anos, de Buenos Aires. "O povo do Brasil é muito agradável. Todos nos receberam muito bem. Está tudo lindo", disse ele, que está percorrendo o Brasil de motorhome com outros dois amigos.

Ao contrário da maioria dos torcedores no Anhembi, o grupo de Gottfridt conseguiu ingresso para todas as partidas da seleção argentina até então, incluindo a da próxima terça. Além do Rio, Belo Horizonte e Porto Alegre, eles aproveitaram para conhecer Curitiba e, ainda, Praia Grande, no litoral sul de São Paulo. "Muito linda", comentou.

O metalúrgico Jorge Reniero, 56 anos, e o comerciante Eduardo Adrian, 42, moradores de Mendoza, também não poupam elogios ao país vizinho. "O Brasil nos atendeu muito bem", disse Reniero. "Estamos de férias, seguindo a seleção, e estar aqui e ter a atenção do povo brasileiro já está ótimo", continuou Adrian, lamentando o fato de que o grupo, formado por quatro pessoas, não têm ingressos suficientes para o jogo de terça: são apenas duas entradas.

"Vamos ter que fazer um sorteio. Os outros dois (que ficarem de fora) vão para a Fan Fest", disse Reniero, que na sequência exibiu uma pulseira do Brasil ao lado de uma da Argentina. "Argentina e Brasil: essa vai ser a final", disse, otimista.

Tags: Argentina, Copa, sambódromo, são paulo, torcedores

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.