Jornal do Brasil

Quarta-feira, 23 de Julho de 2014

Esportes - JB na Copa

Holandeses sambam, e mexicanos saem da Fan Fest cabisbaixos

Portal Terra

Eles torceram calados quase o jogo inteiro, ignorando a torcida adversária, maioria na arena Fifa Fan Fest de Copacabana, mas no final pularam muito e caíram no samba da banda do Cordão da Bola Preta. A vitória da Holanda contra o México por 2 a 1 nas oitavas de final da Copa do Mundo fez o público que foi à praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, mudar: quem estava calado terminou a partida gritando e quem berrava durante o jogo quase todo saiu cabisbaixo.

Os mexicanos ergueram o "sombrero" para o alto quando Giovani dos Santos marcou um gol no início do segundo tempo e comemoraram até o replay do gol. Gritaram o nome do goleiro Ochoa como o de um herói e balançaram as mãos para o alto para mandar energia para o time. Mas não adiantou. A Holanda virou o jogo e se classificou para as quartas de final.

"Jogamos bem, não nos faltou nada. Foi má sorte", lamentou o mexicano Carlos Madero, de 34 anos, que reclamou do pênalti marcado pelo juiz no final da partida que resultou no segundo gol holandês.

Para os torcedores holandeses, a partida foi emocionante. "Foi difícil. Acho que o próximo jogo, provavelmente contra a Costa Rica, vai ser mais fácil", disse o holandês Dennis Rutjes, referindo-se à disputa das quartas de final.

O holandês Stefan Kooistra, de 31 anos, disse que a vitória foi possível graças ao bom desempenho de Robben. "Para a próxima partida, a bola tem que ficar mais tempo nos nossos pés", encerrou.

Tags: 2014, brasil, Copa, holandeses, Mundo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.