Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Holandeses festejam vaga após "thriller" e veem sonho vivo

Portal Terra

A forma dramática com que a Holanda confirmou sua classificação às oitavas de final da Copa do Mundo, na tarde deste domingo, foi comparada pela imprensa holandesa a um “thriller”, filme de suspense. A equipe dirigida por Louis Van Gaal levou 1 a 0 do México e esteve atrás no placar até o final, mas gols aos 42min e 48min decretaram a virada no Castelão, em Fortaleza. “Aqui, você sonha como um menino”, escreveu o jornal Omroep Brabant.

A RTV NH, canal holandês, foi o veículo que comparou o drama do gramado ao drama das telas de cinema. “Holanda seguiu um thriller absoluto para chegar às quartas de final”, escreveu. Já o Telegraaf afirmou que “a seleção holandesa esteve à beira do abismo”, mas conseguiu uma “fuga milagrosa”. Na capa do site, a publicação ainda estampou uma provocação aos mexicanos, com a mensagem “Adiós, amigos”.

No restante da Europa, a partida realizada em Fortaleza foi encarada com surpresa por dois motivos: a fraca atuação do time holandês e a forma improvável como conseguiu a virada. “O que fez a Holanda de Van Gaal foi uma coisa louca”, escreveu o italiano Gazzetta dello Sport, ao ressaltar: “a Holanda tinha um pé e meio no avião de volta para casa”. Segundo o Corriere dello Sport, o time “pode voltar a sonhar”.

“Quem sabe seja um sinal?”, sugeriu o Marca, da Espanha. “Não sabemos se sorte de campeão, de vice-campeão, mas tudo bem: parecia impossível bater (o goleiro) Ochoa, mas Sneijder conseguiu para deixar os mexicanos com mel na boca”, escreveu o jornal, em referência ao gol de empate. Nos acréscimos, Robben sofreu pênalti, e Huntelaar converteu a cobrança para confirmar a virada e a classificação.

“México mereceu muito mais, mas, ao final, a experiência e o saber fizeram os holandeses ter o plus nos minutos decisivos”, criticou o espanhol El Pais. Para o Sport, a virada surgiu “na reta final do infarto”. Já o inglês Daily Mail forçou as críticas ao desempenho da seleção. “Holanda foi, realmente, ordinária”, pontuou. O The Guardian ressalta os efeitos da vitória sobre o time de Van Gaal: “agora é a Holanda que vai estar confiante”.

Tags: Copa, eliminação, mexicanos, Mundo, seleções

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.