Jornal do Brasil

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Descendentes de alemães, brasileiros tietam Alemanha no RS

Portal Terra

A proximidade cultural do Rio Grande do Sul com a Alemanha, por conta da descendência, atraiu um considerável número de torcedores à porta do hotel onde se concentra a seleção germânica, na tarde chuvosa deste domingo em Porto Alegre, em busca de um autógrafo do ídolo Schweinsteiger . Alguns esperaram por quase cinco horas, mas saíram felizes com a lembrança na camisa.

Schweinsteiger foi um dos mais simpáticos com os torcedores, na saída para o reconhecimento do gramado do Beira-Rio. O meio-campista distribuiu alguns autógrafos, mesmo com o forte esquema de segurança montado pela polícia. Um dos sortudos que saiu com a lembrança foi o pequeno Arthur Lern, 5 anos, que conseguiu um autógrafo do ídolo na camisa, após seus pais o fazerem esperar por quase cinco horas. “E tu disse que queria ir embora”, comemorava o pai, animado com a façanha.  

 “Eu viajei até Fortaleza para ver o jogo e para tentar conseguir um autógrafo, espero que consiga agora. Eu acompanho os jogos, trabalho com futebol, estou até nervosa”, dizia Isadora Kern, 26 anos, bisneta de alemães, que se espremia junto com outras dezenas de torcedores.

Com o álbum da Copa nas mãos, o pequeno Bruno Burmeister, 9 anos, buscava pelo menos um autógrafo, mas ele era otimista. “Quero autógrafo de todo o time”, dizia, arriscando ainda algumas palavras em alemão que aprendeu com a família por conta da descendência alemã.

Ao lado de Bruno, Gunther Martins, 8 anos, também queria um autógrafo na sua bandeira da Alemanha. “Eu gosto muito da Seleção Brasileira, mas também estou torcendo pela Alemanha”, dizia.

Matheus Wiebbelling, 15 anos, também busca um autógrafo, mas seu alvo era o zagueiro Hummels. “Se eu conseguir, minha camisa vira um troféu no colégio”, dizia o jovem, se esquivando da segurança do hotel para que não fosse tirado do local privilegiado onde estava.

A Alemanha enfrenta a Argélia na segunda-feira, pelas oitavas de final, e, se depender da criançada gaúcha, já ganharam um contingente extra de torcedores.

Tags: 2014, brasil, Copa, Mundo, seleções

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.