Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

Esportes - JB na Copa

Costa Rica e Grécia jogam por vaga e status de zebra da Copa

Portal Terra

Costa Rica e Grécia não começaram a Copa do Mundo como favoritas. Longe disso, poucos apostariam que algumas delas ou ambas avançariam para as oitavas de final. Entretanto, neste domingo, às 17h, na Arena Pernambuco, as duas seleções se enfrentam na disputa por uma vaga nas quartas de final do Mundial do Brasil.

Para chegar a este jogo decisivo, cada equipe precisou superar diferentes desafios. No caso da Costa Rica, os obstáculos eram três ex-campeões mundiais. O time da América Central caiu no Grupo D com Itália, Uruguai e Inglaterra, mas apesar de tachada de "saco de pancadas", avançou em primeiro lugar, com direito a vitórias sobre os uruguaios e os italianos.

Já o trabalho da Grécia era menos improvável, ainda que não fosse fácil. Os helênicos enfrentaram a boa geração da Colômbia, o Japão de Honda e Kagawa e a Costa do Marfim de Yaya Touré e Didier Drogba, e conseguiram o segundo lugar do Grupo C por conta de vitória sobre os africanos obtida nos acréscimos.

Para a Costa Rica, chegar às oitavas foi repetir o melhor resultado da história, obtido em 1990. Já os gregos avançaram além da fase de grupos pela primeira vez. O que acontecer a partir da agora será para ampliar a lenda e a façanha da equipe que será a "zebra" das quartas de final.

"Eles têm seus próprios méritos para estar nas oitavas, e chegamos aqui com o apelido de zebra, surpreendemos o mundo. Confiamos em nós mesmos, e a verdade é que não temos um limite. Queremos chegar o mais longe possível, e isso se mostrou no campo de jogo. A equipe está trabalhando bem e isso é o mais importante. Não sei onde podemos chegar, mas queremos ir longe", avisou o meia costarriquenho Michael Barrantes.

"É o momento da verdade. É a primeira vez que vamos para as oitavas, estamos entre os 16 melhores times do planeta. É um momento histórico para todos nós, mas podemos continuar a escrever história. Todos estão confiantes que podemos atingir mais. Vamos dar tudo, claro, para tentar ir mais longe. No futebol você pode vencer, ser derrotado, mas vamos nos esforçar ao máximo", disse o defensor grego Vasileios Torosidis.

Se em seus grupos Costa Rica e Grécia precisaram jogar como o "time menor", neste domingo haverá um pé de igualdade no quesito favoritismo. E ambos os treinadores já prometeram que não vão mudar seu estilo de jogar, já que foi o que levou as duas equipes para as oitavas da Copa.

"A Grécia nos últimos anos teve muita importância na Europa. Quando tiveram o triunfo na Eurocopa (de 2004), acredito que criaram uma estrutura. Eles sabem se portar, são agressivos, tem homens importantes. É uma equipe com boas condições técnicas. Não vamos variar nossa estrutura básica. Talvez mudemos alguma coisa, mas nossa estrutura básica vamos manter", explicou o técnico Jorge Luís Pinto, comandante da Costa Rica.

"A Costa Rica é uma equipe que provou na fase de grupos que é muito forte, principalmente como uma equipe, na acepção da palavra. É muito organizada, competitiva, sempre concentrada. Estamos preparados para isso, e sabemos que se queremos seguir em frente, teremos que ser tão bom ou melhores. Espero um jogo forte", disse o português Fernando Santos, treinador da Grécia.

FICHA TÉCNICA

Costa Rica x Grécia

Costa Rica: Navas; Umaña, Duarte e Giancarlo González; Gamboa, Borges, Tejeda, Crístian Bolaños, Junior Díaz e Bryan Ruiz; Joel Campbell. 

Técnico: Jorge Luís Pinto

Grécia: Karnezis (Glykos), Holebas, Manolas, Sokratis e Torosidis; Samaris, Maniatis e Katsouranis; Christodoulopoulos, Salpingidis e Samaras.

Técnico: Fernando Santos

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)

Data: 29/06/2014

Horário: 17h (horário de Brasília)

Árbitro: Matthew Cream (AUS)

Tags: 2014, arena, brasil, gregos, Mundial

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.