Jornal do Brasil

Sábado, 26 de Julho de 2014

Esportes - JB na Copa

Ausência de Luiz Gustavo cria problema; Paulinho pode voltar

Portal Terra

Passado o sofrimento e a adrenalina por uma classificação nos pênaltis, o técnico Luiz Felipe Scolari terá de lidar com um problema para as quartas de final da Copa do Mundo contra a Colômbia, na próxima sexta-feira, em Fortaleza. O volante Luiz Gustavo, jogador que tem se destacado no meio-de-campo da Seleção, levou o segundo cartão amarelo contra o Chile e está suspenso.

O substituto natural seria Fernandinho. O volante, no entanto, foi aproveitado ao lado de Luiz Gustavo contra os chilenos e agora deve ter a companhia de Paulinho ao seu lado. O ex-corintiano jogou a primeira fase, mas foi sacado no intervalo contra Camarões por conta de seu baixo rendimento.

Após perder a vaga, Paulinho realizou um bom treino na última quinta-feira na Granja Comary e é a opção óbvia caso Felipão não queira mexer na forma de o Brasil jogar. Diante de uma Colômbia atuando em sistema parecido, com quatro jogadores ofensivos, a tendência é o treinador deixar Fernandinho mais fixo, com Paulinho mais solto para ajudar no ataque.

Como o domingo será de folga e o dia de reapresentação está sendo marcado por treinos leves, Felipão deve começar a montar o time apenas na terça-feira. Ramires e Hernanes seriam outras opções para a vaga, mas ambos ainda não se destacaram quando tiveram chances.

"Como sempre falei estou fazendo meus treinamentos deixar a decisão final para o Felipão. Em todos jogadores ele acredita e confia. Meu respeito é super tranquilo, não tenho problema nenhum com isso. Primeiro a gente tem esse descanso, a folga, depois temos a semana inteira para treinar. A gente tem que se preocupar com isso e deixar a decisão para o professor", disse Paulinho após o êxito brasileiro diante do Chile nos pênaltis. 

Uma outra possibilidade ventilada seria o deslocamento de David Luiz para a cabeça-de-área, com a entrada de Dante na zaga. O zagueiro já atuou desta forma pelo Chelsea e mostra desenvoltura na posição.

Porém, na única vez que treinou uma variação de sistema na preparação brasileira, Henrique foi o escolhido para formar uma linha de três zagueiros ao lado de Thiago Silva e David Luiz.

Alternativas à parte, Felipão lida mais uma vez com a impossibilidade de repetir entre um jogo e outro a mesma equipe. Hulk ficou fora do segundo jogo contra o México com dores musculares. Já nas oitavas contra o Chile Fernandinho entrou por opção técnica.

Tags: brasileira, Copa, mudanças, Mundo, seleção

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.