Jornal do Brasil

Terça-feira, 25 de Novembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Torcedores chegam cedo para ver Brasil x Chile no Mineirão

Agência Brasil

Às 9h, antes mesmo da abertura dos portões, muitos torcedores já faziam a festa na frente do Estádio Mineirão, em Belo Horizonte. Faltando mais de quatro horas para o jogo, os torcedores já tomavam suas cervejas, tiravam fotos e confraternizavam com a torcida adversária ou torcedores de outros países.

O chileno Jorge Santibañez foi um dos torcedores que chegaram cedo para ver o jogo. Esta é a quarta partida da seleção chilena que ele vai assistir na Copa. “Os estádios estão muito bonitos e bons”, disse. Ele veio até o estádio de ônibus e disse não ter encontrado quaisquer dificuldades. “Foi muito tranquilo, muito cômodo”, disse ele, que chegou na manhã de hoje a Belo Horizonte. “Vai ser uma partida muito difícil, mas o Chile vai ganhar”. Santibañez aposta em uma vitória do Chile hoje por 2 x 0. “Não sei se vamos ser campeões da Copa, mas vamos fazer história”, acrescentou.

Outro chileno, Ian Harboe, que acompanhou todas as partidas do Chile até agora, também acredita que a partida de hoje será bastante complicada, principalmente “porque o Brasil joga em casa”. Apesar disso, ele aposta que o Chile irá fazer uma grande partida, vencendo o Brasil por 2 x1. Esta é a primeira vez que Harboe está no Brasil. “É um país lindo, com praias incríveis e mulheres bonitas. Espero voltar em outra época que não seja a Copa, talvez no Carnaval”, disse. “A hospitalidade é incrível, as pessoas são muito atentas e o país me encanta. Quero voltar”.

O salvadorenho Herbert Castillo disse que hoje (28) vai torcer para o Brasil. “Esta é a terceira vez que estou no país. O Brasil é muito bonito”, disse ele, que ainda não conhecia a capital mineira. “A Copa no Brasil é muito boa. Não tive nenhum problema. Tudo até o momento correu bem”.

O chileno Gabriel Roa Fritz aposta em um placar com muitos gols, com vitória de seu país por 3 x 2. “O Chile vai ganhar e vai fazer história”, disse ele. Usuário de cadeira de rodas, Fritz elogiou inclusive o sistema público de transporte no país. “Além da cordialidade do povo brasileiro, estou supersatisfeito com o sistema de transporte coletivo, sobretudo para pessoas com deficiência. Funciona superbem. Estou bastante satisfeito com isso, principalmente comparado com o que há na minha região”, disse. Para chegar ao estádio hoje, Fritz utilizou o Move, um dos sistemas de transporte de Belo Horizonte, com veículos que circulam em pistas e faixas exclusivas. “Não tive qualquer problema”, contou.

Também cadeirante, o brasileiro Getulio Coelho de Medeiros, veio de ônibus de Juiz de Fora (MG) para ver a partida. Ao chegar em Belo Horizonte, ele utilizou um táxi para chegar ao estádio. “Foi fácil. Mas chegamos bem cedo e não tivemos nenhum problema. Foi bem tranquilo”, disse ele. Para o jogo de hoje, ele aposta em uma vitória brasileira. “Espero que o Brasil vença, que seja um bom jogo e que dê tudo certo. Acredito que o Brasil ganhe hoje de pelo menos uns 3 x 0, apesar do Chile estar jogando bem. Mas o Brasil vem crescendo na competição”, acrescentou.

Tags: 2014, brasil, Copa, Mundo, seleções

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.