Jornal do Brasil

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

Esportes - JB na Copa

Sampaoli exige vitória do Chile: "precisamos fazer história"

Portal Terra

Por um lugar nas quartas de final da Copa do Mundo, Jorge Sampaoli e o Chile vão ao Mineirão cientes de que eliminar a Seleção Brasileira em seus domínios é a chance de fazer história. Na véspera do encontro das duas equipes, o treinador falou com pensamento grande, citou memórias futebolísticas do Brasil e se lembrou de quando usou o Maracanazo para motivar seus jogadores.

"Vejo uma imagem de que é um grupo de jogadores que deixou tudo em campo apesar das adversidades. Me sinto orgulhoso da equipe que dirijo. O que vivo é um momento sonhado e espero que meus familiares e minha cidade Casilda (na Argentina) estejam ansiosos porque amanhã (sábado) será um dia histórico", previu Sampaoli.

Primeiro com Marcelo Bielsa, e também depois com seu pupilo Jorge Sampaoli, o Chile conseguiu voltar aos melhores dias de sua história, como quando foi semifinalista da Copa de 1962. Por isso, para o treinador, a partida contra o Brasil abre uma oportunidade única para conquistar o lugar que os chilenos querem dentro do futebol.

"O Chile cresceu em sua mentalidade e isso hoje permite se livrar de alguns temores. Não creio que asseguramos o resultado, mas sim a busca para encontrar o que o Brasil encontrou há muito tempo. A busca do futebol chileno é para encontrar seu lugar. Não podemos passar despercebidos. Vamos ver o que acontece, o que se sucede com temores, mas necessitamos fazer história de nossa forma. O Brasil já tem a sua e nós temos que buscar", afirmou.

"Meu rival clássico sempre foi o Brasil. A ilusão de estar aqui me remete muito à adolescência porque sempre foi um clássico. Gosto muito desse tipo de enfrentamento, porque realmente sei que é um jogo muito especial e complicado", explicou Sampaoli. "Será uma partida intensa onde devemos cuidar da bola. A valentia e a rebeldia têm muito a ver com isso".

Ainda houve tempo para Sampaoli se recordar de uma passagem que marca sua carreira. Então treinador da Universidad do Chile, ele precisava de uma virada improvável para vencer o Torneio Apertura em 2011. A Universidad Católica vencera o jogo de ida por 2 a 0, e Sampaoli apelou para uma vídeo motivador sobre o Maracanazo de 1950.

"Mostramos o vídeo de que nada era impossível. Parte dessa história tinha a ver com o Uruguai. Foi uma experiência particular que vivemos, mas não creio que vamos repetir (o vídeo) agora", contou o treinador de maneira bastante ponderada. Naquele ano, a equipe de Sampaoli venceu por 4 a 1, foi campeã chilena. Hoje, todo o país sonha com uma vitória semelhante na sexta-feira.

Tags: Chilenos, Copa, Mundo, seleções, treinador

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.