Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Esportes - JB na Copa

Presidente de Gana quer investigar seleção do país

Agência ANSA

O presidente de Gana, John Mahama, decidiu abrir uma comissão de investigação após a derrota da seleção do país por 2 a 1 para Portugal na Copa do Mundo de 2014, resultado que eliminou a equipe do torneio ainda na fase de grupos.    Durante um encontro dos chefes de Estado da União Africana em Malabo, na Guiné Equatorial, o mandatário afirmou que é preciso esclarecer a participação das Estrelas Negras na competição.    

"Precisamos avaliar o processo inteiro, do início ao fim", declarou Mahama, que também apontou a necessidade de reconstruir a seleção e pediu para seus conterrâneos continuarem a torcer pelo país, mesmo depois do fracasso na Copa. A presença de Gana no Mundial foi cercada de polêmicas. Às vésperas da partida decisiva contra Portugal, os jogadores ameaçaram entrar em greve se a federação local de futebol não quitasse dívidas referentes à premiação do grupo pela classificação nas eliminatórias africanas.    

Mahama decidiu intervir e mandou um avião com US$ 3 milhões para Brasília, onde a delegação estava hospedada. No entanto, após a entrega do dinheiro, houve uma nova confusão. Kevin-Prince Boateng e Sulley Muntari foram expulsos da seleção após se envolverem em brigas e discussões com a comissão técnica. Nenhum dos dois participou da derrota para Portugal. 

Tags: 2014, brasil, Copa, ganeses, Mundo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.