Jornal do Brasil

Quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Para Chiellini, punição a Suárez é "excessiva" e "alienante"

Portal Terra

Até mesmo Giorgio Chellini achou exagerada a punição aplicada pela Fifa a Luis Suárez. O zagueiro da Itália, que alega ter sido mordido pelo atacante do Uruguai na partida entre os dois países pela Copa do Mundo de 2014, afirmou em sua conta no Facebook que a punição sobre o adversário foi muito pesada.

"Sempre considerei acima de erros a ação disciplinar por parte dos organismos competentes. Mas, no mesmo momento, sinto que é excessiva a fórmula proposta. Espero sinceramente que permitam a ele ficar ao menos perto de sua equipe durante as partidas – porque, para um jogador, tal proibição é muito alienante", disse Chiellini.

>> Maradona acusa Fifa de máfia e questiona: “Quem Luis matou?”

>> Mordida nos dólares do Catar é que deveria ter sido punida

A Fifa cassou a credencial de jogador dada a Luis Suárez e o retirou escoltado da delegação uruguaia nesta sexta-feira. A punição imposta pela entidade tira o jogador das próximas nove partidas com a camisa celeste, e ainda o afasta de qualquer atividade relacionada a futebol até 26 de outubro. Desta forma, Suárez não pode permanecer com os companheiros uruguaios, não pode acompanhar jogos das tribunas ou arquibancadas e nem pode entrar em estádios.

Chiellini, por sua vez, enviou votos positivos a Suárez após o incidente entre eles. "Neste momento, meu único pensamento é para Luis e para sua família, que enfrentam um período muito difícil", afirmou o zagueiro italiano.

A mordida aconteceu na última terça-feira (24), no confronto entre Itália e Uruguai pela última rodada do Grupo D da Copa do Mundo. No final da partida, Suárez mordeu o ombro de Chiellini em uma bola cruzada na área italiana. No fim, os uruguaios venceram os italianos por 1 a 0 na Arena das Dunas e ficaram com uma das vagas da chave para as oitavas de final.

A derrota, segundo Chiellini, foi mais dolorosa que a mordida. "Dentro de mim, agora, não sinto alegria, ira ou vingança a respeito de Suárez por um incidente que acontecem em campo e que fica ali. A única coisa que sinto é raiva e decepção pela partida perdida", afirmou.

Tags: banimento, Fifa, italiano, mordida, uruguaiu

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.