Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Medel é dúvida para partida contra o Brasil, diz técnico do Chile

Agência Brasil

O zagueiro Gary Medel é a dúvida do Chile para o jogo de amanhã (28) contra o Brasil, marcado para as 13h, no Mineirão, em Belo Horizonte. Em entrevista coletiva no estádio mineiro, na tarde de hoje (27), o técnico chileno Jorge Sampaoli disse que o zagueiro tem uma distensão muscular e, se o jogo fosse hoje, ele estaria fora da partida. Já quanto ao volante Arturo Vidal, o técnico falou que, apesar de não estar 100%, “está em condições de jogar”, embora não seja possível prever quanto tempo de jogo poderá suportar.

Para o técnico do Chile, o jogo de amanhã será “complicado”. “A exigência do jogo merece um cuidado especial. Trabalhamos bastante situações que têm a ver com as características do rival. O Brasil é o candidato de todos, [joga] em casa. Será um jogo complicado, e teremos que ter um jogo muito bom para conseguir superá-lo”, disse ele.

Sampaoli estima que a partida com o Brasil seja mais cadenciada. “Acredito que será um jogo mais lento, tendo em vista o que o Brasil propõe. Esse Brasil é diferente do que estamos acostumados a ver. O Brasil deve tentar aproveitar os espaços. Nós já o enfrentamos, e eles [atletas] jogam com transições muito rápidas, com passes do meio de campo para as pontas. Temos que tomar muito cuidado com a perda de bola”, falou o técnico, acrescentando que a partida contra o Brasil, pelas oitavas de final da Copa, será um momento com o qual sempre sonhou. “Amanhã será um dia histórico”, disse.

O lateral-esquerdo chileno Mena, que joga no Santos, também disse que será uma partida muito importante em sua vida. “É um grande jogo que vou viver”, falou.

Para o técnico, o Brasil tem um grande ponto favorável, que é o fato de jogar em casa e ter “todo um estádio e um país a seu favor”. Outras vantagens brasileiras, acrescentou, é ter uma defesa muito forte e um dos melhores jogadores do mundo, Neymar. Para tentar conter o atacante brasileiro, Sampaoli vai apostar em uma marcação especial sobre o jogador, de forma coletiva. “O sistema que treinamos será o de estarmos muito próximos de Neymar quando ele estiver com a bola. Não será individual, mas coletiva”, falou.

“Ganhar do Brasil não é coisa fácil para ninguém. Especialmente agora, jogando em casa, com o seu povo e com a capacidade de seu técnico e de seus jogadores. Sabemos que temos uma possibilidade, e estamos aqui para tentar mudar a história”, ressaltou o técnico.

Segundo Mena, o grupo está unido e tem consciência de que pode mudar a história, favorável em retrospecto ao Brasil. “Podemos ganhar e conseguir uma vitória. É uma oportunidade em que poderemos mudar a história, que tem sido muito negativa para nós. É uma linda oportunidade para conseguirmos um triunfo”, disse o jogador.

 

Tags: chilena, Copa, lesão, Mundo, seleção

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.