Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Dezembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Técnico chileno ignora Brasil e reclama da postura da Holanda

Portal Terra

O Chile perdeu sua invencibilidade na Copa do Mundo ao ser superado por 2 a 0 pela Holanda, nesta segunda-feira, em São Paulo. Com o resultado, o time sul-americano ficou no segundo lugar do Grupo B e pode enfrentar a Seleção Brasileira nas oitavas de final, caso o time de Luiz Felipe Scolari confirme a ponta de sua chave em jogo contra Camarões.

Por enquanto, o técnico Jorge Sampaoli evita falar sobre o Brasil. O treinador falou sobre a atuação de sua equipe e disse preferir esperar conhecer o adversário da próxima fase antes de poder comentar, já que tanto Croácia quanto México também podem terminar com o primeiro lugar do Grupo A em caso de tropeço brasileiro.

"Acredito que qualquer adversário vai ser muito complicado. Nessa fase, jogar contra o time da casa exige muito cuidado. É o candidato de todos com o apoio do seu povo. Mas estamos pensando em fazer o jogo que nós temos", declarou.

"São jogos diferentes, mas a tônica do que fazemos tem a ver com a forma e a estratégia que usamos para definir como atacar a equipe que vamos enfrentar. Vamos esperar o rival e espero que possamos jogar com intensidade e clareza dos outros jogos que fizemos. A intensidade de hoje foi incrível, assim como a constante busca", afirmou Sampaoli, que criticou a postura da Holanda.

"A Holanda apresentou dificuldades duras e vários jogadores atrás da linha da bola. Foi um jogo muito mais favorável para a Holanda, pois queríamos jogar e eles não. Esperamos ter a grandeza de jogar como hoje, mas com um outro resultado", disse o treinador.

Pouco depois, o técnico holandês Louis Van Gaal foi questionado sobre o comentário de Sampaoli, mas evitou dar uma postura clara e falou de forma seca. "Não estou interessado no que o técnico do Chile disse, então não vou nem comentar sobre isso", respondeu.

Tags: 2014, brasil, Chilenos, Copa, Mundo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.