Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Esportes - JB na Copa

Europeus exaltam "baile" de Neymar e criticam defesa

Portal Terra

Os dois gols de Neymar quando o jogo era mais complicado para o Brasil na vitória por 4 a 1 contra Camarões e os grandes dribles distribuídos no gramado do Estádio Mané Garrincha fizeram do camisa 10 o personagem do jogo para a imprensa europeia, que exaltou a classificação às oitavas de final. Mas o sucesso não foi completo: os problemas defensivos também foram ressaltados.

“Neymar faz o Brasil bailar”, escreveu o jornal Marca. “Brasil faz Camarões dançar ao ritmo de Neymar”, exaltou o Sport. “Partidaço de Neymar”, estampou o Mundo Deportivo. “Neymar para tudo”, manchetou o El País. A imprensa espanhola, acostumada a ora exaltar ora criticar o jogador do Barcelona, se rendeu ao grandioso desempenho e o cobriu de glórias em suas análises da partida.

“Se havia alguma dúvida de que o Brasil até agora é Neymar, a partida contra Camarões dissipou”, avisou o El País. O Marca foi mais poético: “Brasil vive e respira por Neymar, que é o farol que ilumina a equipe, de resto, menos temível do que indicaria sua lendária camisa”. O Mundo Deportivo ressaltou como o elenco trabalha em função do camisa 10 e avisa: “Neymar nunca os decepcionará”.

Os elogios cessam, no entanto, quando se falar do restante do time, principalmente o setor defensivo. A atuação mais uma vez irregular dos jogadores de defesa foi criticada, especialmente o primeiro tempo. “A Neymardependência é o mais próximo que se tem de viver no fio da navalha”, avisou o Marca. Os jornais italianos foram os mais críticos. “Mesmo contra uma equipe modesta contra Camarões, as dúvidas não foram dissipadas”, afirmou o Gazzetta dello Sport.

Os britânicos também pegaram pesado. “A versão 2014 da Seleção Brasileira é tão cheia de buracos que é totalmente possível que alguém ainda dê um momento de vergonha na próxima quinzena”, avisou o Daily Mail. Já o The Guardian notou que “em períodos do primeiro tempo, o Brasil esteve longe de convencer, e a ansiedade no estádio era tangível”.

De modo geral, o embate com o Chile reúne expectativas de um grande jogo, já que o time foi o responsável por eliminar a Espanha no Grupo B da Copa do Mundo. Os times se enfrentam pelas oitavas de final no sábado, às 13h (de Brasília), no Mineirão, em Belo Horizonte.

Tags: 2014, brasil, Copa, Mundo, seleção

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.