Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Brasília reforça segurança em acesso de mídia contra invasão

Portal Terra

A invasão de chilenos no Estádio Maracanã na última quarta-feira serviu de alerta para outros estádios aumentarem a segurança próximo ao acesso reservado à mídia. O efetivo para o local no Estádio Mané Garrincha dobrou para a partida de quinta entre Costa do Marfim e Colômbia e será mantida para o duelo entre Brasil e Camarões na próxima segunda-feira.

“Nós já tínhamos preparado dentro do protocolo e vamos reforçar. Dobramos o efetivo para o lugar de acesso a mídia e até agora não tivemos nenhuma intercorrência”, disse o secretário de segurança pública do Distrito Federal, Coronel Paulo Roberto.

Serão 16 policiais destacados para fazer a segurança no local, que no Maracanã serviu de porta de entrada para chilenos que tentavam ver o jogo sem ingresso. Eles chegaram até a sala reservada de imprensa e provocaram quebra-quebra.

Ao mesmo tempo em que Brasília anunciava detalhes da operação para o jogo do Brasil, a Polícia Militar do Rio de Janeiro divulgava um aumento de efetivo para os próximos jogos no Maracanã. No Mané Garrincha, no entanto, o plano manterá o mesmo protocolo.

Ao todo serão 3.488 profissionais da segurança atuando nos arredores do estádio, sendo 1.620 da Polícia Militar. A recomendação é para o torcedor chegar cedo. 

“Vamos chegar cedo porque os protocolos de segurança serão cumpridos. Temos previsão de mais de 70 mil pessoas no estádio. Tenham um tempo para deslocar entre o estacionamento e estádio”, avisou o Coronel Paulo Roberto.

Um dos problemas enfrentados pelo estádio nos dois primeiros jogos foram grandes filas para entrada do torcedor. Em Suíça x Equador houve problemas em aparelhos de segurança, mas a avaliação é de que a situação esteve melhor em Costa do Marfim x Colômbia. "As filas fluíram melhores. Não vamos ter mudanças, vamos seguir planejamento", explicou o coronel.

O perímetro da Fifa será bloqueado a partir das 11h (de Brasília), seis horas antes do jogo. Possíveis manifestações estão sendo monitoradas. “Nós tivemos 3 manifestações até o momento elas ocorreram sem maiores problemas. Manifestação pacíficas e diplomáticas sempre serão respeitadas”, disse.

Tags: Brasília, Copa, invasão, jogos, policiamento

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.