Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Ingleses lamentam derrota italiana: "último prego no caixão"

Portal Terra

A vitória da Costa Rica sobre a Itália na tarde desta sexta-feira determinou a eliminação prematura da Inglaterra na Copa do Mundo: com duas derrotas em dois jogos, nenhum ponto ganho e com uma rodada de antecedência, a equipe campeã mundial de 1966 não tem mais chances de chegar às oitavas de final. Os jornais ingleses lamentaram o ocorrido, mas o sofrimento já havia começado há muito tempo. Para eles, o jogo na Arena Pernambuco foi “o último prego no caixão”.

Isso ocorreu porque a Inglaterra perdeu para o Uruguai na quinta-feira e precisava de combinação de resultados para manter as chances de classificação. Mesmo o empate entre italianos e costarriquenhos não serviria, por exemplo. De acordo com o jornal London Evening Standar, era necessário um milagre. “E esse milagre foi esmagado em menos de 24 horas”, lamentou a publicação. “Costa Rica (...) martelou o último prego no caixão”, disse a publicação.

Eles ainda chamam a atenção para o fato de que a Costa Rica pode “deixar a Inglaterra ainda mais miserável com uma vitória em Belo Horizonte, o que faria com que os Três Leões (apelido da seleção inglesa) voltem para a casa sem pontuar”. As equipes vão se enfrentar na última rodada da primeira fase, no Mineirão, na terça-feira, às 13h (de Brasília). “Quão humilhante será ter que enfrentá-los agora”, escreveu o jornal Daily Mail.

“Roy Hodgson e seus jogadores estão prestes a ser varridos por derrotas e essas evidências mostram que isso é totalmente possível”, acrescentou a publicação, que analisou o desempenho italiano como “pavoroso, pior do que a Inglaterra em seus dois outros jogos”. Já o Telegraph alfinetou o elenco: “os desportistas mais bem pagos do país agora podem voltar às suas mansões e assistir como os jogos deveriam ser jogados pela televisão, como o resto de nós”.

Tags: copa do mundo, Costa Rica, itália, italianos, torcedores

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.