Jornal do Brasil

Sábado, 20 de Setembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Rooney quebra jejum, mas vê Inglaterra à beira da eliminação

Portal Terra

Wayne Rooney finalmente foi capaz de cumprir com o que a torcida da Inglaterra espera dele. Nesta quinta-feira, na Arena Corinthians, em São Paulo o atacante desencantou e fez o gol de sua equipe contra o Uruguai. Entretanto, os sul-americanos  venceram por 2 a 1 e complicaram muito a situação dos europeus na Copa do Mundo.

Para avançar além da primeira fase, a Inglaterra precisa aguardar o resultado de Itália x Costa Rica para descobrir contra quem deve torcer na última rodada. Em caso de triunfo italiano, precisará vencer a Costa Rica e torcer por derrota uruguaia contra a Itália no jogo derradeiro. Empate ou vitória da seleção da América Central automaticamente elimina os ingleses.

Camisa 10 e um dos principais jogadores de sua geração, Rooney tinha uma marca negativa em seu currículo. Ele já participou de três Copas do Mundo (2006, 2010 e 2014) e jamais havia marcado um gol. Nas últimas semanas, o jogador do Manchester United vinha sendo alvo de críticas por parte da imprensa inglesa, que destacava seu mal desempenho.

Rooney teve para si as melhores chances da equipe britânica na partida desta quinta. Sua primeira oportunidade saiu aos 9min do primeiro tempo, quando cobrou falta que passou rente à trave uruguaia. Mais tarde, aos 30min, o camisa 10 desviou de cabeça falta batida por Gerrard e acertou o travessão.

Parecia que o jejum de Rooney continuaria. Depois do intervalo, aos 8min, Rooney recebeu bola em ótimas condições dentro da área e disparou a bomba. O goleiro Muslera, entretanto, apareceu na posição certa e espalmou para fora da área.

O fim da marca negativa veio aos 30min. Glen Johnson fez ótima jogada pela ponta direita, cruzou na área e Rooney aproveitou desatenção da marcação sul-americana para completar para o fundo das redes. Entretanto, brilhou mais a estrela de Luís Suárez, que marcou dois gols para sua equipe, ofuscou a atuação do camisa 10 e deixou a Inglaterra em péssima situação.

Tags: 2014, brasil, Copa, Mundo, seleções

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.