Jornal do Brasil

Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Esportes - JB na Copa

Com pedido até de "aperto de bumbum", Seleção volta à Granja

Portal Terra

Nem a temperatura perto dos 15º e a garoa que teimava em importunar em Teresópolis impediu que 100 torcedores se aglomerassem, nas grades do lado de fora do condomínio da Granja Comary, à espera da passagem do ônibus da Seleção Brasileira. Com guardas-chuvas abertos, crianças e adultos se espremiam e tentavam ficar mais próximos para fugir do frio.

Entre os torcedores, era possível ver pedidos mais ousados como de uma torcedora adolescente que carregava uma faixa cinza com dizeres em cor clara escrito: "Hulk, deixa eu apertar sua bunda". Outras, mais românticas, como a torcedora Ana Lícia Cruz fazia uma proposta ao zagueiro David Luiz. "Você gosta de futebol? Então para de impedimento que eu tô na área, seu lindo!", afirmava o recado, que tinha até a conta de Ana Lícia no Twitter.

Já o jovem Gabriel Santos tinha um pedido mais modesto ao atacante Neymar. "Meu nome é Gabriel, tenho 4 anos, realize meu sonho: uma foto contigo. Te amo". Os três torcedores e os cerca de outros 100 não tiveram seus pedidos atendidos, já que o ônibus da Seleção Brasileira não demorou mais de 10 segundos para cruzar a rua que dá acesso ao condomínio, onde fica o hotel que serve de concentração para o Brasil. 

Ana Lícia, porém, acredita que seu recado ainda chegará em David Luiz. "Um monte de TV e imprensa mostrou a minha faixa. Ele vai ver na televisão certeza", dizia a torcedora, enquanto enrolava a faixa já parcialmente destruída por conta dos pingos de água que caíram nela. Depois que o ônibus passou, os torcedores iniciaram os gritos tradicionais pedindo a liberação da pequena arquibancada da Granja para assistirem ao treinamento das 15h30. "Ei, o Felipão. Libera o portão", solicitavam. 

O pedido não deverá ser atendido. Conforme já dito algumas vezes pela assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o espaço das arquibancadas é muito pequeno e não dá segurança para a presença de vários torcedores na atividade. O único recurso que tem funcionado para alguns é assistir o treino da rua de um condomínio fechado próximo aos campos de treinamento da Granja. Porém, há um obstáculo: só é permitida a entrada de moradores ou convidados das casas do local. 

Tags: Hulk, moradores, seleção, teresópolis, torcedores

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.