Jornal do Brasil

Domingo, 23 de Novembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Turistas acampam ao lado da Fifa Fan Fest no Rio

Agência Brasil

Dezenas de trailers, ônibus e carros com placa do Chile e, principalmente, da Argentina, estão estacionados na orla do Leme, na zona sul do Rio de Janeiro, perto da Fifa Fan Fest, em Copacabana. São turistas que dirigiram mais de 3 mil quilômetros (km) para curtir o clima de festa da Copa do Mundo, mesmo que não consigam assistir a nenhum jogo nos estádios, e estão dormindo dentro dos veículos, na Avenida Atlântica.

O comerciante Javier Costa veio com mais seis amigos de Mendoza, na Argentina, de trailer. Após três dias e meio de viagem para vencer os 3,3 mil km, chegaram ontem (17) e pararam o carro no Leme. Esta é a primeira vez que os amigos viajam para acompanhar uma Copa. Eles dormem e cozinham no próprio trailer, e usam o banheiro de um quiosque na praia, que cobra R$ 4.

"Está tudo muito bonito, viemos curtir a festa, que está muito bonita, estamos muito animados. Só o banheiro que não está muito bom, não tem água quente, a cidade não está preparada para isso [turistas acampados na praia]", segundo Javier.

Amanhã, o grupo segue para Belo Horizonte, onde a Argentina joga com o Irã no sábado (21). Em outro trailer, o taxista Miguel Perez dirigiu 2 mil km de Salta, Norte da Argentina, ao Rio, em dois dias e meio de viagem, com quatro amigos. Ele elogia o país, mas também reclama da falta de banheiros públicos.

"A festa está espetacular, muito bonita, os brasileiros são muito amáveis. Dentro de campo é outra coisa, dai tem a rivalidade, mas é uma honra estar aqui", diz. "Só não tem banheiro público, tenho que pagar R$ 4 para usar o do quiosque da praia. Poderiam colocar banheiros químicos na orla", reclama.

Ele conta que não conseguiu comprar ingresso pelo sistema da Fifa, e pagou R$ 2 mil para assistir à partida entre as seleções de Argentina e Bósnia, domingo (15), no Estádio do Maracanã. "O jogo foi muito bom, mas R$ 2 mil fica muito caro. Amanhã (19), vamos a Belo Horizonte para tentar conseguir os ingressos, mas nesse preço vai ficar difícil", lamenta.

O chileno Cesar Navarro veio de carro com a família (sete pessoas). Levou três dias para cobrir 4 mil km, e fica no Brasil até o dia 30. "Hoje vamos dormir dentro do carro, e amanhã vamos para Belo Horizonte, onde temos parentes. Não tentamos comprar ingressos, viemos para curtir a festa mesmo. Eu já conhecia a cidade, está muito bonita, hoje fomos ao Cristo Redentor".

Ele acompanhava a partida contra a Espanha, no Maracanã, pelo telão da Fifa Fan Fest. O Chile volta a jogar na segunda-feira (23), em São Paulo, contra a Holanda.

Frentista do posto de gasolina que fica no Leme, em frente ao local onde muitos trailers e ônibus estão estacionados, Fabiano da Silva diz que a região está muito animada e bonita com a festa dos turistas: "O movimento está muito grande, a interação com os turistas é muito bacana. As autoridades estão fazendo vista grossa, deixando eles estacionaram aí, mas tem que ser assim mesmo, afinal é um momento muito especial, uma festa".

A reportagem tentou contato com a Guarda Municipal, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), a Rio Eventos e a prefeitura para saber como está sendo feita a fiscalização da orla, mas não obteve retorno, devido ao feriado parcial decretado na cidade. Policiais militares e guardas municipais fazem a segurança da região, mas não estão autorizados a falar com a imprensa.

Em nota divulgada ontem, a Seop informou que fez uma ação de ordenamento durante a partida entre Brasil e México e rebocou 34 veículos por estacionamento em local proibido, em Copacabana, nas proximidades da Fifa Fan Fest, e multou 153.

Tags: 2-14, brasil, Copa, Mundo, seleções

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.