Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Esportes - JB na Copa

Sem ingressos, chilenos invadem sala de imprensa do Maracanã

Portal Terra

Um grupo de cerca de 200 torcedores do Chile causou grande tumulto dentro do Maracanã nesta quinta-feira, uma hora antes do início da partida da seleção sul-americana contra a Espanha, pela segunda rodada do Grupo B da Copa do Mundo. Sem ingressos, eles conseguiram acesso à sala de imprensa do estádio e tentaram se dispersar na multidão.

A ação não teve violência, mas no tumulto acabaram derrubando uma parede onde se localizava um armário e uma televisão no local, colocadas junto a divisórias. Eles acessaram o local por meio de um corredor e, desorientados, acabaram sendo pegos.  

A segurança agiu para tentar retirar os torcedores, mas muitos deles correram para se refugiar em outros lugares, tentando sumir na multidão que já se reúne no estádio, no Rio de Janeiro (RJ), para acompanhar o jogo. Por fim, acabaram detidos e foram colocados sentados no chão pela segurança.

Mais cedo, invasão semelhante havia acontecido no local. Dez torcedores do Chile conseguiram entrar no Maracanã sem ingresso. Eles forçaram duas grades acorrentadas por um cadeado e passaram entre elas, tendo acesso ao setor de imprensa, sem serem notados pelos guardas municipais.

Quem os identificou, já dentro do estádio, foram fiscais. Foi fácil notá-los porque eles acessaram um local onde todos - não apenas jornalistas, mas também voluntários e funcionários da Fifa - carregam no pescoço uma credencial. Além disso, vestiam camisas da seleção e de equipes chilenas e caminhavam desorientados. Os próprios fiscais retiraram os invasores identificados, que saíram sem oferecer resistência. 

Segundo a Polícia Militar, não há ocorrência registrada até o momento. Apenas um torcedor deu queixa de um ingresso falso, mas o cambista não foi pego em flagrante nem encontrado.

Tags: . 2014, brasil, Copa, Mundo, seleções

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.