Jornal do Brasil

Terça-feira, 22 de Julho de 2014

Esportes - JB na Copa

Nigéria e Irã ficam no zero e cravam primeiro empate da Copa

Portal Terra

Irã e Nigéria provaram nesta segunda-feira porque a partida era considerada uma das menos atraentes da primeira fase da Copa do Mundo de 2014. Jogando na Arena da Baixada, em Curitiba, as equipes fizeram um jogo fraco tecnicamente, ficaram no 0 a 0 e registraram o primeiro empate do Mundial realizado no Brasil. 

O primeiro tempo foi inteiramente dominado pela Nigéria. Os africanos conseguiram impor sua força física e passaram a maior parte do tempo com quase todos os jogadores no campo ofensivo. Apesar da pressão, os nigerianos não aproveitaram as três oportunidades que tiveram. A melhor delas aconteceu aos 28min, quando Musa cobrou falta direto para o gol, tentando surpreender o Haghighi, que esperava o cruzamento. Porém, o goleiro conseguiu se recuperar e espalmou para escanteio.

O Irã jogava recuado, com quase todos os atletas atrás da linha da bola e apenas um atacante isolado no ataque. Com essa opção, a seleção asiática esperava um erro da Nigéria para encaixar um contra-ataque e tentar abrir o placar. Foi assim que conseguiram um escanteio e quase fizeram o primeiro gol da partida. Aos 33min, Reza cabeceou sozinho, mas Enyeama fez excelente defesa.

Na segunda etapa a partida ficou um pouco mais aberta, mas com o mesmo nível técnico, o que impossibilitou que o placar saísse do zero. As equipes erravam muitos passes e quando conseguiam uma oportunidade para finalizar, ou mesmo cabecear, pecavam no fundamento básico e desperdiçavam as boas chances criadas.

Com esse resultado, o Grupo F termina a primeira rodada com a Argentina na liderança, com três pontos, seguida de Irã e Nigéria, com apenas um. A Bósnia-Herzegovina fecha a chave na quarta posição. No próximo sábado os nigerianos encaram os bósnios, enquanto os argentinos enfrentam os iranianos.

Tags: 2014, brasil, iranianos, Mundial, nigerianos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.