Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Esportes - JB na Copa

Vaiado, Diego Costa nega mágoa e insinua segredo em polêmica

Portal Terra

A estreia de Diego Costa na Copa do Mundo pela seleção espanhola rendeu atenção especial da torcida brasileira presente na Arena Fonte Nova, em Salvador. O atacante foi vaiado e xingado em coro durante a goleada sofrida por 5 a 1 contra a Holanda, uma recepção que já era esperada depois da decisão polêmica de negar a origem no país-sede para jogar sob o comando de Vicente del Bosque. O assunto, ele insinuou, vai muito além disso.

“Todo mundo tem seu direito de escolha. Eu sabia que isso (a cobrança, as vaias) poderia acontecer. Só eu sei tudo o que aconteceu e nunca vou chegar a falar tudo”, disse o jogador, que gerou celeuma entre brasileiros e espanhóis. Luiz Felipe Scolari, técnico do Brasil, chegou a afirmar que convocaria o jogador e que gostaria de tê-lo como opção para a Copa do Mundo, apesar de ele não ter chamado a atenção no País antes de decidir defender a Espanha.

O atacante chegou a ser convocado, mas pediu a desconvocação por ter tomado a decisão de defender a Espanha. Na época, em outubro, Luiz Felipe Scolari divulgou vídeo em tom indignado confirmando o fato. "Acho que isso (os xingamentos) foi mais por tudo o que aconteceu, pela polêmica, do que simplesmente pela minha decisão. O Felipão é um grande técnico, tem que respeitá-lo. O que aconteceu foi no momento certo, e não adianta mais falar disso", disse.

Diego Costa é sergipano, mas nunca jogou profissionalmente no País: começou a carreira em Portugal e alcançou o auge recentemente pelo Atlético de Madrid, na Espanha. Ele está no país europeu desde 2007, e por isso se naturalizou e atendeu ao chamado de Vicente del Bosque. Enquanto esteve em campo, até o início do segundo tempo, foi vaiado a cada toque na bola. Depois, mesmo no banco, ouviu xingamentos.

“Mágoa? Não, isso faz parte do futebol. As pessoas vão ao estádio para se divertir, se distrair. Estou tranquilo. Para mim é um grande orgulho defender a seleção da Espanha”, minimizou o jogador, que ainda lamentou a goleada sofrida para os holandeses, na reedição da final da Copa do Mundo de 2010 (na ocasião, a Espanha venceu e foi campeã). “Sabemos que não podemos repetir um jogo como esse”, opinou.

Tags: Diego, Espanha, goleada, seleções, xinga

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.