Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

Esportes - JB na Copa

Paraplégico usa exoesqueleto e dá "chute simbólico"

Jornal do Brasil

Um paraplégico utilizando um exoesqueleto desenvolvido pela equipe do cientista brasileiro Miguel Nicolelis deu um "chute simbólico" em uma bola na abertura da Copa do Mundo. O voluntário é Juliano Pinto, de 29 anos.

Desenvolvido por um grupo de centenas de cientistas e pesquisadores de 25 nacionalidades, o chamado Projeto Andar de Novo é liderado pelo médico e cientista Miguel Nicolelis. O projeto de desenvolvimento dessa espécie de armadura robótica recebeu recursos brasileiros, por meio da empresa pública Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia. 

Paraplégico com  exoesqueleto dá pontapé inicial
Paraplégico com  exoesqueleto dá pontapé inicial

O exoesqueleto que o mundo conheceu hoje recebeu o nome de BRA-Santos Dumont 1, em homenagem ao brasileiro considerado referência na aviação, a quem Nicolelis reserva o epíteto de “maior cientista brasileiro de todos os tempos”.  O objetivo do projeto é devolver o movimento às pessoas com paralisia, liberando-as do uso de cadeiras de rodas.

>> Nicolelis, que idealizou o exoesqueleto, foi homenageado pelo 'JB' em 2009

Atuando como neurocientista desde 1984, Miguel Nicolelis começou a pesquisar formas de restabelecer o controle motor e a sensibilidade tátil em pacientes com lesões medulares ou neurológicas em 2001, quando cientistas de várias partes já vinham tentando desenvolver uma veste robótica semelhante a BRA-Santos Dumont 1. 

Ao longo de mais de dez anos de pesquisa junto com vários outros especialistas, o grupo de Nicolelis conseguiu criar um mecanismo tecnológico que permite que uma pessoa emita sinais elétricos cerebrais que acionem um artefato robótico. Essa chamada interface cérebro-máquina foi a primeira etapa para o desenvolvimento do exoesqueleto.

Em 2009, Nicolelis foi homenageado pelo Jornal do Brasil num almoço no Bar das Artes, em São Paulo. O evento contou com as presenças de médicos, empresários e políticos.

Nicolelis comemora chute de paciente paraplégico na Copa

A Band dedicou apenas alguns segundos. A Globo preferiu mostrar a chegada do ônibus da Seleção. Mesmo assim, o cientista Miguel Nicolelis comemorou nas redes sociais o chute dado por um paciente paraplégico na abertura da Copa do Mundo.

Nicolelis comparou o feito ao projeto Apollo, que colocou o homem na Lua. Não foi o pontapé inicial da Copa, como ele havia prometido, mas lá estava o paciente paralisado, usando o exoesqueleto, e dando o chute para bilhões de espectadores. Para Nicolelis, que logo após o chute publicou diversos vídeos do projeto, foi apenas o “primeiro passo”.

Tags: brasil, Chute, cientista, deficiente, Mundial

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.