Jornal do Brasil

Segunda-feira, 16 de Julho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Washington bloqueia entrada da China Mobile no mercado americano

Jornal do Brasil

O Departamento do Comércio dos Estados Unidos recomendou a rejeição do pedido da operadora China Mobile para entrar no mercado americano de telecomunicações, alegando dúvidas sobre a segurança nacional.

"Depois de uma importante relação com a China Mobile, as preocupações sobre riscos maiores aos interesses da ordem pública e da segurança nacional dos Estados Unidos não foram solucionados", afirmou o subsecretário do Comércio, David Redl, em um comunicado.

Tarifas americanas de bilhões de dólares sobre produtos chineses devem começar a ser aplicadas na sexta-feira. Pequim prometeu medidas de retaliação.

Redl completou que a agência do Departamento do Comércio para Telecomunicações e Informação recomendou à Comissão Federal de Comunicações (FCC), a entidade reguladora, que rejeita a solicitação da China Mobile para oferecer serviço de voz entre os Estados Unidos e outros países.

A China Mobile aguardava há sete anos por uma aprovação.

O governo de Donald Trump puniu o grupo chinês de telecomunicações ZTE, ao proibir que empresas americanas vendam peças chaves e componentes de software por sete anos.

A ZTE se declarou, em março, culpada de apresentar declarações falsas sobre a venda ilegal de bens ao Irã e Coreia do Norte, e recebeu uma multa de 1,2 bilhão de dólares.

No mês passado, o governo americano fechou um acordo com a ZTE para retirar as sanções em troca de 1,4 bilhão de dólares em multas adicionais, mas o Senado votou a favor da continuidade da proibição.

dw/gle/fp

Agência AFP


Compartilhe: