Jornal do Brasil

Sábado, 21 de Julho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Trump diz que assinará decreto para por fim à separação de famílias migrantes

Jornal do Brasil

O presidente americano Donald Trump anunciou nesta quarta-feira que irá assinar um texto para evitar a separação das famílias de imigrantes que cruzaram ilegalmente a fronteira com o México.

"Vamos manter as famílias juntas", explicou Trump na Casa Branca.

"Vou assinar alguma coisa em breve", apontou, explicando esperar que sua ação seja seguida por uma lei.

O governo americano está sendo muito criticado, internamente e internacionalmente, por sua política de "tolerância zero" que fez com que mais de 2.300 menores de idades fossem separados de suas famílias em cinco semanas.

"Vamos manter as famílias juntas", explicou Trump na Casa Branca

Mais cedo, o líder dos republicanos na Câmara de Representantes, Paul Ryan, anunciou que vai submeter ao voto dos legisladores na quinta-feira a lei que acaba com as separações de famílias e que "resolve" o status dos menores de idade em situação ilegal nos Estados Unidos.

"Com a nossa lei, quando as pessoas forem processadas por cruzarem a fronteira ilegalmente, as famílias ficarão juntas durante todo o processo legal, sob autoridade da Segurança da Pátria", disse Paul Ryan após se encontrar com o presidente Donald Trump no dia anterior.

Os republicanos são maioria na Câmara de Representantes, mas esta lei passará então ao Senado onde sua maioria é muito frágil (51-49).

Por outro lado, esta lei resolverá o problema de centenas de milhares de jovens indocumentados no país, disse ele sem maiores detalhes.

>> Ivanka Trump pede ao pai o fim da separação das famílias imigrantes

>> Nova York recebe crianças separadas na fronteira e processará governo

>> Jornalista dos EUA chora ao vivo ao noticiar separação de crianças dos pais

Agência AFP


Tags: crianças, donald, eua, imigrantes, pais, separação

Compartilhe: