Jornal do Brasil

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Internacional

EUA pede a Guterres que trate com Putin questão de prisioneiros ucranianos

Jornal do Brasil

Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e outros 35 países pediram nesta quinta-feira ao secretário-geral da ONU, António Guterres, que trate com o presidente russo, Vladimir Putin, do caso do diretor de cinema Oleg Sentsov e de outros prisioneiros ucranianos.

Guterres, de nacionalidade portuguesa, conversará com Putin na quarta-feira, quando assistirá à partida entre Portugal e Marrocos pela Copa do Mundo.

Os 38 países escreveram uma carta a Guterres afirmando que o caso de Sentsov, em greve de fome desde 14 de maio, deve ser tratado como um "assunto urgente".

"O compromisso da ONU nesta questão é bem-vindo e alentamos para que caminhe para abordar a difícil situação destes detidos ilegalmente", diz a carta.

Entre os signatários estão Austrália, Canadá, vários países da União Europeia, Turquia, Moldávia, Geórgia e Ucrânia.

O embaixador da Ucrânia, Volodymyr Yelchenko, apresentou a carta a Guterres com uma lista de dezenas de detidos, incluindo o sindicalista Oleksandr Kolchenko, o historiador Stanislav Klykh e o político Mykola Karpyuk.

O caso mais sensível é o de Sentsov, 41 anos, cineasta condenado a 20 anos de prisão na Rússia por planejar ações terroristas.

Putin sugeriu recentemente que poderia haver a libertação de um prisioneiro ucraniano durante a Copa do Mundo.

cml/lr

Agência AFP


Compartilhe: