Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Maduro vai prestar juramento como presidente nesta quinta

Jornal do Brasil

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, anunciou que prestará juramento nesta quinta-feira (24), perante a Assembleia Constituinte, embora, de acordo com a lei venezuelana, a posse deva ser realizada em 10 de janeiro de 2019 diante do Parlamento.

"Hoje estarei na Plenipotenciária Assembleia Constituinte, prestando juramento como presidente reeleito da República Bolivariana da Venezuela para o período 2019-2025, pela vontade do povo livre e soberano", escreveu Maduro em sua conta no Twitter.

Reeleito no domingo em uma votação boicotada pela oposição e desconhecida por diversos governos, o presidente comparecerá esta tarde diante da Assembleia Constituinte, à qual todos os funcionários eleitos devem se subordinar.

Segundo a Constituição, o juramento deve ser feito perante o Supremo Tribunal de Justiça (TSJ), pró-governo, se, "por qualquer razão", o presidente eleito não puder tomar posse perante o Parlamento, de maioria opositora e na prática cancelado e substituído pela Constituinte.

Maduro planeja, após seu juramento, participar de um evento no Ministério da Defesa, em Caracas, para receber do alto comando das Forças Armadas a "reafirmação da lealdade".

Em meio a denúncias de irregularidades por parte da oposição e rejeição dos Estados Unidos, da União Europeia e de uma dúzia de países latino-americanos, Maduro foi declarado reeleito para governar até 2025, em um país em ruínas e cada vez mais isolado.

Com uma abstenção recorde de 54%, Maduro venceu com 68% dos votos contra 21% do ex-chavista Henri Falcón.

Falcón denunciou os resultados, acusando o governo de "compra de votos" e de "chantagem" com programas sociais.

mis/axm/ja/mr/tt

Agência AFP


Compartilhe: