Jornal do Brasil

Domingo, 19 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

Internacional

EUA diz que governo de Maduro 'carece de legitimidade' para empréstimos

Jornal do Brasil

Os Estados Unidos alertaram nesta quinta-feira (19) que o governo de Nicolás Maduro carece de "legitimidade" para solicitar empréstimos e pediram para outros países continuarem a restringir o acesso da Venezuela a financiamentos.

"Credores, privados ou públicos, que propiciem um novo financiamento ao regime de Maduro estão emprestando para um governo que não tem legitimidade para pedir emprestado em nome da Venezuela", disse o secretário do Tesouro Steven Mnuchin, depois de uma reunião com funcionários de América, Europa e Japão.

"São necessárias ações concretas para restringir a capacidade de autoridades corruptas venezuelanas e suas redes de apoio de abusarem do sistema financeiro internacional", acrescentou.

Washington diz que há "uma ditadura" na Venezuela e vê as próximas eleições de maio, em que Maduro busca a reeleição, como uma manobra do presidente para permanecer no poder, depois de "dizimar" a economia da potência petroleira e provocar o êxodo de milhares de venezuelanos devido à escassez de alimentos e medicamentos.

Após se reunir em Washington com representantes de Argentina, Brasil, Canadá, Colômbia, Espanha, França, Alemanha, Guatemala, Itália, Japão, México, Panamá, Paraguai, Peru e Reino Unido, o secretário do Tesouro americano disse nesta quinta-feira que os participantes respaldariam uma mudança política em Caracas.

"Reconheceram que um governo da Venezuela que tenha o apoio da região e esteja disposto a promulgar políticas econômicas para devolver a prosperidade ao povo venezuelano receberia o apoio da comunidade financeira internacional", apontou Mnuchin.

Os países concordaram em coordenar ações para preparar ferramentas da comunidade internacional para aplicá-las rapidamente se for o caso, acrescentou.

Agência AFP


Compartilhe: