Jornal do Brasil

Quinta-feira, 19 de Julho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Nevasca incomum na primavera atinge nordeste dos EUA

Jornal do Brasil

Uma nevasca incomum na primavera (hemisfério norte), a quarta em três semanas no leste dos Estados Unidos, provocou nesta quarta-feira (21) o cancelamento de mais de 2.500 voos só na região de Nova York e o fechamento das escolas.

Em Nova York, três quartos dos voos foram cancelados no aeroporto de LaGuardia (896 voos) e em Newark (975), assim como 50% das chegadas e partidas no aeroporto internacional John F. Kennedy (674), segundo o site especializado FlightAware.com.

No segundo dia da primavera, outras centenas de voos foram cancelados nos aeroportos da Filadélfia, Pensilvânia (473 voos), nos aeroportos Reagan National e Dulles de Washington DC (598 voos), Baltimore (377) e Boston, em Massachusetts (405).

Cerca de 4.000 moradores dos edifícios subsidiados pela cidade de Nova York estavam sem calefação e água quente, e o governador do estado declarou estado de emergência na cidade e arredores.

As escolas públicas e privadas de Nova York fecharam suas portas, e a coleta de lixo na cidade foi suspensa para que os caminhões possam espalhar sal pelas ruas e varrer a neve.

A temperatura caiu para -1ºC, e há previsão de fortes ventos na região, de até 72 km/h, que poderiam derrubar árvores e causar apagões.

Homem caminha pelo terminal de trens de Hoboken, em Nova Jersey, durante nevasca

"A nevada mais pesada cairá justamente sobre a cidade de Nova York e seus arredores", disse o prefeito, Bill de Blasio.

O prefeito pediu aos empregadores que deixassem os funcionários voltarem para casa mais cedo que de costume, já que se esperava que a neve começasse a se acumular mais rapidamente depois das 16h00 (17h00 em Brasília) e alcançasse "condições semelhantes às de nevascas", caindo a um ritmo de 5 a 7,5 cm por hora até as 22h00.

"A hora do rush da noite vai ser muito, muito difícil", disse De Blasio em entrevista coletiva. "Se você não precisa sair esta noite, não saia".

"Os voos são limitados neste momento. Tenho certeza que isso vai piorar ao longo do dia. Suspeito que haverá muito poucos voos ao final do dia", acrescentou.

O serviço nacional de meteorologia, que alertou sobre a possibilidade de inundações na costa, sobretudo em Boston, prevê que a neve continuará caindo durante a madrugada.

O metrô operava normalmente pela manhã, mas a maioria dos trens que ligam a cidade a seus subúrbios e as balsas restringiram seus serviços.

Em Washington DC espera-se camadas de neve de entre sete e 20 cm. As escolas e os edifícios do governo fecharam, embora o Congresso tenha permanecido aberto.

Em Nova Jersey, o governador, Phil Murphy, declarou o estado de emergência, e os trens e ônibus limitaram seus serviços. As escolas da Filadélfia fecharam suas portas.

Agência AFP


Tags: boston, estados unidos, nevasca, nova york, voos

Compartilhe: