Jornal do Brasil

Terça-feira, 19 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Avião comercial cai no Irã e mata 65 pessoas

Número caiu de 66 para 65 porque um dos passageiros não conseguiu embarcar

Jornal do Brasil

Um avião comercial com 65 pessoas a bordo caiu neste domingo (18) nos arredores de Isfahan, no centro do Irã. Todos os passageiros e tripulantes morreram.

A aeronave modelo ATR-72, de fabricação ítalo-francesa, pertencia à companhia aérea iraniana Aseman e partira da capital do país, Teerã. Seu destino era Yasuj, a cerca de 330 quilômetros de Isfahan.

O avião caiu em uma zona montanhosa, e seus destroços já foram localizados, mas a área da queda, situada a 4,4 mil metros de altitude, está inacessível neste momento por causa da neve e da neblina. Das 65 pessoas a bordo, 59 eram passageiras, incluindo uma criança, e seis eram tripulantes.

Inicialmente, a companhia aérea informou que o número de mortos era 65, mas a Aseman Airlines, dona do avião acidentado, informou horas depois que um dos passageiros não chegou a embarcar porque perdera a hora.    

Além disso, o balanço é provisório, já que as equipes de resgate ainda não conseguiram acessar o local da tragédia, uma área montanhosa situada a 4,4 mil metros de altitude. "Não podemos dizer com certeza que todos os passageiros a bordo morreram", diz a empresa.

Ainda não se sabe as causas da tragédia, mas o presidente do Irã, Hassan Rohani, ordenou a abertura de uma investigação sobre o caso. "Sentidas condolências ao povo e ao governo do Irã pelas vidas perdidas no trágico acidente aéreo", escreveu no Twitter o ministro das Relações Exteriores da Itália, Angelino Alfano.

A ATR é uma joint venture entre o consórcio europeu Airbus e o grupo aeroespacial italiano Leonardo, que tem 30% de suas ações sob controle do governo. O avião acidentado, fabricado em 1993, era um bimotor usado para voos de curta distância.

Já a Aseman é a terceira maior companhia aérea do Irã e especializada em voos para áreas remotas, embora também faça algumas rotas internacionais. No entanto, está proibida de operar na União Europeia por razões de segurança.

Foto mostra tipo de avião da Aseman Airlines que costuma efetuar voos na mesma rota que o acidentado



Tags: avião, desastre, internacional, irã, mortes, queda, vítimas

Compartilhe: