Jornal do Brasil

Domingo, 24 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Italianos estão desaparecidos no México há quase 20 dias

Jornal do Brasil

Três cidadãos italianos estão desaparecidos no México desde o último dia 31 de janeiro. O vendedor ambulante Raffaele Russo, seu filho Antonio e seu sobrinho Vincenzo Cimmino, todos originários de Nápoles, sumiram na cidade de Tecalitlán, no estado de Jalisco.

A denúncia foi apresentada pela família, e o caso é acompanhado pelo Ministério das Relações Exteriores de Roma. O primeiro a desaparecer, às 15h de 31 de janeiro, foi Raffaele, 60. Duas horas depois, segundo o relato dos parentes, sumiram Antonio, 25, e Vincenzo, 29 anos.

Os dois mais jovens, não conseguindo falar com Raffaele por telefone, foram até o último local assinalado pelo GPS do carro alugado pelo vendedor ambulante. Em seguida, eles pararam em um posto de gasolina e teriam sido abordados por "diversos policiais a bordo de um automóvel e duas motos, que os intimaram a segui-los".

"Tentamos entrar em contato com a polícia de Tecalitlán e, em um primeiro momento, eles disseram que Antonio e Vincenzo haviam sido presos, mas que não sabiam nada de Raffaele. Mas, em um segundo telefonema, essa versão foi negada pelas autoridades mexicanas", dizem os familiares. 

Raffaele vive no México há vários anos e trabalha vendendo produtos de comerciantes chineses comprados em Nápoles. Antonio e Vincenzo haviam chegado ao país latino cinco dias antes de seu desaparecimento, para trabalhar.



Tags: desaparecimento, internacional, itália, méxico, polícia

Compartilhe: