Jornal do Brasil

Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Conferência para reconstrução do Iraque arrecada US$ 30 bi

Os Estados Unidos não contribuirão para o fundo

Agência ANSA

A conferência para a reconstrução do Iraque, realizada nesta quarta-feira (14), no Kuwait, arrecadou US$ 30 bilhões para ajudar na recuperação de um país devastado nos últimos anos pela guerra contra o grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

A quantia se somará aos cerca de US$ 80 bilhões que Bagdá já anunciou que investirá na reconstrução da nação árabe. A conferência no Kuwait reuniu representantes de países do mundo inteiro, além do Banco Mundial e da Organização das Nações Unidas (ONU) e da União Europeia.

A Turquia é um dos países que mais contribuíram para o fundo, com US$ 5 bilhões. Já o Catar se comprometeu com US$ 1 bilhão, enquanto os Emirados Árabes Unidos ofereceram US$ 500 milhões.

Por sua vez, a Itália, tem que tropas alocadas no Iraque, doará US$ 11,5 milhões de euros, além de 260 milhões de euros em crédito.

Os Estados Unidos, que intervieram no Iraque para derrubar Saddam Hussein e participaram ativamente da guerra contra o EI, não darão nenhum recurso diretamente voltado à reconstrução do país. No entanto, a delegação norte-americana no Kuwait citou que Washington já investiu US$ 15 bilhões em diversas ações no Iraque desde 2014.

Na visão do secretário-geral da ONU, António Guterres, a conferência foi um "sucesso". "Em um mundo no qual as notícias boas são poucas, o fato de que o Iraque esteja no caminho certo é uma notícia de paz, uma notícia verdadeiramente importante", acrescentou.

O Estado Islâmico foi derrotado no Iraque no fim do ano passado, após uma guerra de mais de três anos. A cidade mais importante sob controle dos terroristas no país era Mosul, segundo maior município iraquiano.

Tags: arrecadação, conferência, iraque, reconstrução, us$ 30 bi

Compartilhe: