Jornal do Brasil

Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Ex-premier de Bangladesh é condenada a 5 anos de prisão

Khaleda Zia tem 72 anos e é acusada de desvio de dinheiro

Agência ANSA

A ex-primeira-ministra de Bangladesh Khaleda Zia, líder do principal partido de oposição do país, foi condenada nesta quinta-feira (8) a cinco anos de prisão por envolvimento com corrupção.

O juiz Mohammad Akhtaruzzaman sentenciou Zia, 72, pelo desvio de US$ 250 mil do orfanato "Zia Orphanage Trust". Além dela, outras cinco pessoas, incluindo seu filho, Tarique Rahman, também foram condenadas, mas a 10 anos de prisão.

Logo após o pronunciamento da sentença, a líder do Partido Nacionalista de Bangladesh (BNP) foi levada para o setor feminino da Prisão Central de Daca, capital bengalesa.

Khaleda Zia foi a primeira mulher a se tornar premier de Bangladesh, cargo que ocupou por duas vezes, ambas pelo BNP, legenda pioneira na luta pela independência do país.

Zia enfrenta um total de 37 casos na Justiça, mas este é o primeiro em que foi condenada. Antes mesmo do veredicto, diversas manifestações conduzidas pelos seguidores da ex-premier tomaram conta de Daca.

De acordo com jornais locais, os confrontos entre policiais e civis foram "violentos". Os ativistas bloquearam as vias próximas ao tribunal, e os agentes contiveram diversos atos com gás de pimenta. 

Tags: bangladesh, confrontos, corrupção, internacional, ministra

Compartilhe: