Jornal do Brasil

Quinta-feira, 24 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Europarlamento engaveta projeto para abolir horário de verão

Medida havia sido proposta por deputados do norte do bloco

Jornal do Brasil

O Parlamento da União Europeia desistiu nesta quinta-feira (8) de uma resolução que pedia o fim do horário de verão no bloco.    

O texto inicial, que seria votado em plenário, propunha à Comissão Europeia que acabasse com a mudança semestral de horário, alegando que a alteração nos ponteiros dos relógios causa "prejuízo para a saúde" das pessoas.    

A resolução havia sido apresentada por parlamentares do norte, centro e leste da UE, como a Finlândia, onde foram coletadas mais de 70 mil assinaturas para acabar com o horário de verão.    

No entanto, durante a votação, várias emendas alteraram o escopo do texto.    

A versão aprovada pelos europarlamentares recomenda apenas que a Comissão Europeia faça uma "avaliação aprofundada" sobre a mudança de horário e, "eventualmente", sugira alterações na norma de 2000 que regula a alternância entre os horários de verão e inverno no bloco.    

Especialistas da Finlândia afirmam que o horário de verão causa distúrbios do sono, insônia prolongada e torna as pessoas menos ativas. No entanto, a comunidade científica ainda não certificou que haja riscos para a saúde. Só é confirmado que o corpo humano demora cerca de uma semana para se adaptar ao horário de verão.    

Outros pesquisadores indicam que ter uma hora a mais de luz solar no fim do dia gera efeitos positivos no humor e, especialmente, na capacidade do corpo de produzir vitamina D. O horário de verão é uma ideia formulada em 1784, por Benjamin Franklin, como forma de economizar energia. 



Tags: comissão europeia, horário de verão, internacional, parlamento, ue

Compartilhe: