Jornal do Brasil

Domingo, 20 de Maio de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Acordo no Senado deve evitar novo 'shutdown' nos EUA

Republicanos e democratas concordaram com novo orçamento

Jornal do Brasil

Os líderes dos partidos Republicano e Democrata no Senado dos Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira (7) um acordo para aprovar o orçamento do governo, evitando um novo "fechamento" da administração federal, o chamado "shutdown".

O pacto bipartidário prevê o aumento dos gastos militares e domésticos nos próximos dois anos, como desejava o presidente Donald Trump. Além disso, os democratas do Senado concordaram em deixar de lado, ao menos por enquanto, suas exigências em matéria de imigração.

O orçamento provisório do governo, aprovado em 22 de janeiro, prevê o financiamento da administração federal até 16 de fevereiro. Se um novo texto não for aprovado até lá, os Estados Unidos entrarão novamente em "shutdown", como ocorreu durante dois dias no mês passado.

Quando isso acontece, apenas os serviços essenciais, como segurança, saúde, pagamento de aposentadorias e controle de tráfego aéreo, continuam em funcionamento. Outras atividades não prioritárias, como a abertura de parques nacionais, são interrompidas.

Para passar no Senado, o orçamento precisa de pelo menos 60 votos, sendo que os republicanos têm 51 das 100 cadeiras na Câmara Alta. Os democratas exigiam um projeto para tutelar os "dreamers", imigrantes ilegais que chegaram aos EUA ainda crianças ou adolescentes e que estavam na mira de Trump.

Essas pessoas eram protegidas pelo programa "Ação Diferida para Chegadas Infantis" (Daca, na sigla em inglês), criado pelo democrata Barack Obama, mas, em setembro passado, o atual presidente anunciou a suspensão da iniciativa. No entanto, nas últimas semanas, a Casa Branca já deu sinais de que a questão não é mais prioritária. 



Tags: eua, internacional, orçamento, politica, senado

Compartilhe: