Jornal do Brasil

Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Greve contra reforma da Previdência na Argentina afeta voos do Brasil

"Aqui não é o Brasil", gritam os manifestantes nas ruas de Buenos Aires

Jornal do Brasil

Com forte adesão das principais associações aeronáuticas da Argentina, a greve convocada nesta segunda-feira (18) contra a proposta de reforma da Previdência do governo de Maurício Macri paralisou os voos de companhias aéreas que partiam do Brasil.

As companhias Aerolíneas Argentinas e Latam pediram aos passageiros que evitem os aeroportos daquele país e que entrem em contato com os respectivos atendimentos a fim de obterem informações sobre eventuais cancelamentos de voos. Já a Gol cancelou voos que partiam do Brasil para a Argentina e vice-versa. A Azul informou que tentará reacomodar seus passageiros.

O transporte público no país também será afetado pela greve a partir da meia-noite desta terça-feira (19), segundo informaram em coletiva de imprensa representantes da CGT.

Nos últimos dias, manifestantes vêm ocupando as ruas de Buenos Aires para protestar contra a reforma que a Câmara dos Deputados tentará aprovar nesta segunda-feira (18). Os ativistas fazem alusão à tentativa do governo de Michel Temer de tentar aprovar no Brasil as mudanças na Previdência e têm como uma das palavras de ordem "Aqui não é o Brasil!", para se referir à falta de mobilização da população brasileira para protestar contra as medidas.

"Aqui não é o Brasil", gritam os argentinos contra Macri, em alusão à reforma similar que Temer tenta aprovar no Brasil e em relação à falta de mobilização de brasileiros nas ruas
"Aqui não é o Brasil", gritam os argentinos contra Macri, em alusão à reforma similar que Temer tenta aprovar no Brasil e em relação à falta de mobilização de brasileiros nas ruas

Tags: argentina, brasil, câmara, greve, paralisação, política, reforma

Compartilhe: