Jornal do Brasil

Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Extrema-direita ganha ministérios no novo governo da Áustria

Sebastian Kurz anunciou acordo com ultranacionalistas do FPO

Agência ANSA

O novo governo da Áustria está formado. O chanceler designado Sebastian Kurz, do partido conservador cristão-democrata OVP e considerado o premier mais jovem da Europa, com 31 anos, anunciou neste sábado (16) que chegou a um acordo com a extrema-direita populista para formar um novo governo. 

O gabinete foi apresentado nesta manhã ao presidente da Áustria, Alexander van der Bellen. Pelo acordo partidário para a formação do governo, o novo vice-premier será Heinz-Christian Strache, do ultranacionalista Partido da Liberdade da Áustria (FPO). 

Serão sete ministérios e uma subsecretaria sob poder do OVP, e seis ministérios e uma subsecretaria para a FPO, como o das Relações Exteriores (Karin Kneissl), do Interior (Herbert Kickl) e da Defesa (Mario Kunasek), da Infraestrutura (Norbert Hofer), Saúde (Beate Hartinger).    

"Chegamos a um acordo de governo para os próximos cinco anos", anunciou Kurz, junto ao chefe do FPO, Heinz-Christian Strache, após uma jornada de negociações. "Queremos reduzir o peso sobre os contribuintes e, acima de tudo, assegurar uma maior segurança no nosso país, inclusive através da luta contra a imigração ilegal", ressaltou.    

Kurz começou as negociações exclusivas com Heinz-Christian Strache dias após vencer as eleições legislativas, em outubro.    Com o pacto, a Áustria se tornará o único país da Europa ocidental com um partido de extrema-direita no governo.

Tags: austria, extrema direita, internacional, partido, politica

Compartilhe: