Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Janeiro de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Obama adverte EUA para não seguirem o exemplo da Alemanha nazista

Sputnik

A democracia norte-americana de hoje é frágil, e se medidas não forem tomadas, poderá seguir o caminho da Alemanha na década 1930.

Tal advertência foi expressa pelo ex-presidente dos EUA, Barack Obama.

O ex-presidente estadunidense manifestou-se contra a intensificação da política do nativismo tanto no seu país como no resto do mundo. Obama avisou que as "coisas poderiam desmoronar-se rapidamente".

"Foi o que aconteceu na década de 1930 na Alemanha, onde, apesar da democracia da República de Weimar e de séculos de conquistas culturais e científicas de alto nível, Adolf Hitler chegou ao poder", afirmou o ex-líder dos EUA durante o discurso no Clube Econômico de Chicago realizado na terça-feira, citado pela mídia local.

Neste contexto, Obama lembrou que a liderança de Hitler resultou na morte de milhões de pessoas. "Então, vocês devem prestar atenção. E votar", declarou.

Não obstante, Barack Obama não mencionou diretamente seu sucessor, Donald Trump, nem suas polêmicas políticas de imigração.

Em 4 de dezembro, a Suprema Corte dos EUA autorizou a plena aplicação do decreto anti-imigrante de Donald Trump.

Em seu discurso, o ex-presidente dos EUA destacou que seu maior "arrependimento e desilusão", é que, durante seu mandato, não conseguiu promulgar controles mais estritos sobre a posse de armas no país.

>> Sputnik

Tags: advertência, alemanha, barack obama, discurso, donald trump, eua, nazismo, política migratória, suprema corte dos eua

Compartilhe: