Jornal do Brasil

Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Internacional

Terremoto no Irã e no Iraque mata 530 e fere mais de 8 mil

Equipes encerraram busca por sobreviventes em Sarpol-e Zahab

Jornal do Brasil

O último balanço de mortos em decorrência do terremoto que atingiu cidades na fronteira entre o Irã e o Iraque no último domingo (12) subiu para 530, informou a agência estatal Irna nesta terça-feira (14). Há ainda mais de oito mil feridos e cerca de 30 mil imóveis foram destruídos.    

Hoje, o presidente do Irã, Hassan Rohani, visitou as áreas mais afetadas, especialmente a cidade de Sarpol-e Zahab e que é a que contabiliza o maior número de mortos por conta do tremor de 7,3 graus de magnitude.    

De acordo com Rohani, o governo central irá "acelerar o processo de resgate" e de ajuda aos afetados pela tragédia natural.

>> ONU oferece assistência a Irã e Iraque após terremoto que matou centenas

Epicentro do tremor ocorreu a cerca de 300km da capital Bagdá
Epicentro do tremor ocorreu a cerca de 300km da capital Bagdá

Por conta da gravidade da situação, as equipes de buscas anunciaram que encerraram a procura por sobreviventes sob os escombros das casas para se focar na ajuda aos feridos e desabrigados. Há milhares de pessoas passando os dias em barracas, com medo das réplicas do tremor, que já chegam às 200 em 48 horas. 

O epicentro do tremor foi a 32 km a sudoeste da cidade iraquiana de Halabja, no Curdistão, e a cerca de 300 km a noroeste da capital Bagdá. "O objetivo agora é acelerar o envio de ajudas e as operações de socorro das pessoas soterradas nos escombros", informou o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei.

Com Agência ANSA

Tags: abalo, iraque, irã, morte, sismo, tremor

Compartilhe: