Jornal do Brasil

Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017

Internacional

Ataques contra mesquitas matam mais de 70 no Afeganistão

Até o momento, nenhum grupo terrorista assumiu os atentados

Agência ANSA

Pelo menos 72 pessoas morreram nesta sexta-feira (20) em dois atentados contra peregrinos de mesquitas no Afeganistão. O primeiro ataque aconteceu em uma mesquita xiita em Cabul, em um bairro habitado pela minoria étnica hazara, deixando pelo menos 39 mortos e 45 feridos. Até o momento, nenhum grupo jihadista assumiu a autoria dos atentados.

Segundo o porta-voz da políca local, Abdul Bassir Mujahid, "infelizmente um suicida explodiu a si mesmo entre os fiéis dentro da mesquita de Dasht-e-Barchi, na cidade de Cabul".

O segundo atentado foi registrado na província de Ghor, no oeste do Afeganistão. Um suicida detonou os explosivos no interior da mesquita sunita Khwajagan, no distrito de Du-Layna, por volta de 17h local, e deixou 33 mortos e 10 feridos.

O ataque ocorreu quando um importante miliciano anti-talibã e seus homens encontravam-se no local para rezar, indicou o porta-voz do governador provincial, Abdul Hai Khatibi. O comandante foi identificado como Fazal Hayat Khan. Ele lutava contra os talibãs na região.

Os atentados contra a minoria xiita são comuns no Afeganistão e o último deles ocorreu em 19 de setembro, e deixou seis mortos.

No dia 25 de agosto, pelo menos 28 pessoas e mais de 50 ficaram feridas em uma ofensiva realizada em Cabul. Na ocasião, o ato foi reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Tags: afeganistão, agencia, ansa, internacional, mortes

Compartilhe: