Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

Internacional

Justiça apura homicídio culposo em morte de turista na Itália

Agência ANSA

Um turista espanhol de 52 anos morreu nesta quinta-feira (19), em Florença, capital da região italiana da Toscana, após ter sido atingido na cabeça por um elemento arquitetônico caído do teto da Basílica de Santa Croce.

O incidente ocorreu no começo da tarde, quando um pedaço de pedra despencou de uma altura de 30 metros em uma das naves da igreja, construída entre os séculos 13 e 14. O espanhol se chamava Daniel Testor Schnell, era de Barcelona e estava acompanhado da esposa, que ficou em estado de choque.

A polícia bloqueou o acesso à basílica, que fica no centro histórico de Florença e é um dos pontos turísticos mais populares da capital toscana, já que abriga os túmulos de italianos célebres, como Michelangelo Buonarroti, Nicolau Maquiavel e Galileu Galilei.

A Procuradoria da República em Florença abriu uma investigação por homicídio culposo (quando não há intenção de matar), mas ainda não citou nenhum suspeito no inquérito.

"Profundo desprazer pelo incidente na Basílica de Santa Croce no qual o turista espanhol perdeu a vida. Técnicos do ministério [dos Bens Culturais] estão no local", escreveu no Twitter o prefeito da capital toscana, Dario Nardella. 

Tags: espanha, morte, redes sociais, toscana, viagem

Compartilhe: