Jornal do Brasil

Sábado, 21 de Outubro de 2017

Internacional

Rivais palestinos Fatah e Hamas assinam acordo de reconciliação no Cairo

Jornal do Brasil

Rivais palestinos Fatah e Hamas chegaram ao acordo de entregar o poder ao governo nacional que será operado pela guarda presidencial de Mahmoud Abbas, presidente da Palestina, segundo um correspondente da Sputnik.

O governo da unidade nacional deve assumir as funções até 1º dezembro de 2017, acrescenta.

O acordo foi assinado nesta quinta-feira (12) no edifício do Serviço de Inteligência Geral do Egito pelos representantes dos movimentos palestinos.

Azzam al-Ahmad, o chefe da delegação do Fatah, afirmou: "O acordo permitirá ao governo da unidade nacional cumprir plenamente suas funções tanto na Cisjordânia como na Faixa de Gaza."

O representante do Fatah e o líder do Hamas, Saleh al Arouri, anunciaram em entrevista que o primeiro passo para a reconciliação será reforçar o governo da Autoridade Nacional Palestina (ANP), que voltou à Faixa de Gaza no dia 2 de outubro.    

De acordo com o governo egípcio, que mediou o acordo, a ANP assumirá o controle total da área antes de 1º de dezembro de 2017.Cerca de três mil policiais serão enviados para a Faixa de Gaza.    

"As conversas se concentraram em impulsionar o governo de consenso nacional para que trabalhe com todas as suas competências tanto na Cisjordânia (governada pelo Fatah) como em Gaza (controlada pelo Hamas)", assegurou Arouri.

Segundo ele, os termos do acordo abrangem questões sensíveis tais como o funcionamento dos postos de controle nas fronteiras da Faixa de Gaza.

Em 10 de outubro, os movimentos rivais palestinos Fatah e Hamas deram início a uma nova ronda de conversações para reconciliação, mediada por autoridades do Egito e dedicada ao funcionamento do governo da unidade nacional da Palestina na Faixa de Gaza.

O conflito prolongado entre Fatah – partido político dominante da Palestina – e a organização fundamentalista Hamas levou à separação das autoridades da Palestina, além disso, Hamas tomou sob controle a região da Faixa de Gaza.

Com Sputnik e Agência ANSA

Tags: acordo, conflito, fatah, governos, hamas, internacional

Compartilhe: