Jornal do Brasil

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Internacional

EUA exigem que Turquia apresente provas de acusação a funcionários consulares

Sputnik

A decisão de Ancara de deter um funcionário consular norte-americano em Istambul provocou escândalo diplomático nas relações entre Turquia e EUA.

Depois de ambas as partes terem aplicado medidas restritivas, o Departamento de Estado dos EUA demanda que a Turquia apresente provas para justificar a detenção do trabalhador consular.

Na quarta-feira (11), o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, expressou preocupação devido às detenções de trabalhadores consulares e cidadãos norte-americanos na Turquia, solicitando explicação e provas de Ancara para aplicação de tais medidas, disse a porta-voz do Departamento de Estado.

"O secretário Tillerson expressou profunda preocupação devido às detenções de turcos da missão diplomática norte-americana e de alguns cidadãos dos EUA. Rex Tillerson sublinhou a importância de transparência nas acusações feitas pelo governo turco e da necessidade de serem apresentadas evidências dessas acusações", declarou Heather Nauert.

A declaração foi feita depois de um diplomata importante norte-americano falar ao telefone com o seu colega turco Mevlut Cavusoglu. Eles acordaram manter um contato estreito para lidar com as preocupações dos EUA, disseram no Departamento de Estado.

A embaixada dos EUA suspendeu a concessão de vistos para não imigrantes nos consulados e embaixadas dos EUA na Turquia na semana passada em meio à detenção de um funcionário turco do Consulado Geral norte-americano em Istambul por suspeita de possuir ligação com imigrante acusado de ter planejado golpe de Estado em 2016. O mandado da detenção de outro funcionário turco foi apresentado alguns dias depois. Em resposta, as autoridades turcas decidiram suspender procedimento de pedidos de vistos norte-americanos.

>> Sputnik

Tags: conflito, embaixada, eua, internacional, turquia

Compartilhe: