Jornal do Brasil

Quinta-feira, 29 de Junho de 2017

Internacional

'Libération': Direita ficou com os negócios e a esquerda com a vitrine

Jornal diz que composição do governo Macron foi um "jogo de equilibrista"

Jornal do Brasil

Artigo de opinião publicado nesta quinta-feira (18) pelo jornal francês Libération diz que a composição do governo Macron foi um "jogo de equilibrista" que contemplou principalmente o centro, a direita e os liberais.

O texto  intitulado "A direita ficou com os negócios e a esquerda com a vitrine”, afirma que apesar da escolha de dois socialistas, Jean-Yves le Drian e Gérard Collomb, para comandar dois ministérios de peso, o das Relações Exteriores e do Interior, a política econômica e social terá a marca de um liberalismo ao mesmo tempo moderado e firme.

 Libération avalia que a mobilidade política, abertura ao mundo e à Europa são os maiores trunfos, e o governo tem tudo para agradar, mas não se pode falar que se trata de um governo popular
 Libération avalia que a mobilidade política, abertura ao mundo e à Europa são os maiores trunfos, e o governo tem tudo para agradar, mas não se pode falar que se trata de um governo popular

Para o diário governo aponta para mais uma redistribuição de cartas ao universo político do que a abertura à sociedade civil. Libération avalia que a mobilidade política, abertura ao mundo e à Europa são os maiores trunfos, e o governo tem tudo para agradar, mas não se pode falar que se trata de um governo popular.

> > Libération

Tags: Merkel, fraca, interncaional, le pen, putin, trump

Compartilhe: