Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Internacional

Otan deveria ir para monturo da história com a Guerra Fria

Sputnik

Na atual oposição entre elites norte-americanas, o presidente dos EUA Donald Trump representa aqueles que compreendem que continuar apoiando o modelo de policial do mundo para o país levará a uma Terceira Guerra Mundial, acredita especialista.

A Sputnik Sérvia falou com Filip Kovacevic, um especialista em relações internacionais do Montenegro que atualmente trabalha como professor convidado na Universidade de Califórnia em São Francisco.

Falando sobre a entrada em funções do republicano, Kovacevic admitiu que a situação atual nos Estados Unidos "é o conflito mais sério entre elites norte-americanas dos últimos 30 anos".

A oposição, que no momento mostra sua insatisfação manifestando nas ruas contra Trump, é forte porque o republicano atualmente está em minoria, explicou o especialista.

"A situação será também mais perigosa porque na criação do 'caos' estarão envolvidos serviços secretos locais e estrangeiros, então podemos esperar acontecimentos que já há muito não tinham lugar nos EUA", admitiu.

Falando sobre as relações com a Rússia, o especialista montenegrino admitiu que a retórica antirrussa pode ser explicada pela presença de dinheiro estrangeiro na política dos EUA, e as alegações de que Trump tem algo a ver com Moscou se tornaram a maior razão para o fracasso da campanha eleitoral de Hillary Clinton. Segundo Kovacevic, Trump deve investigar o caso exaustivamente e estabelecer relações pragmáticas com Moscou.

"Eu suspeito que por trás da alegada hostilidade norte-americana contra Putin estão bilionários influentes russos, ucranianos e centro-europeus. Acho que as pessoas que Trump indicará para dirigir os serviços secretos norte-americanos devem se dedicar à investigação dos fluxos de dinheiro sujo presentes na política e mídia dos EUA", disse.

O montenegrino, que vive nos EUA, acredita que são as relações pragmáticas e cooperação necessária que podem garantir a estabilidade mundial em questões-chave da atualidade: combate ao terrorismo e narcotráfico, não proliferação das armas nucleares, cibersegurança, etc.

Comentando as declarações de Trump sobre a obsolescência da OTAN, que causaram muita controvérsia, o especialista notou:

"A OTAN é um produto da Guerra Fria e a Aliança deveria ir para o monturo da história juntamente com a Guerra Fria. Isso garantiria a reconciliação definitiva da Alemanha com a Rússia e levaria ao desenvolvimento de uma política de longo prazo para a estabilidade e prosperidade econômica na Europa."

Mas o desejo das elites norte-americanas e britânicas de transformar a aliança militar em um mecanismo antirrusso custa caro ao orçamento dos EUA, acredita Kovacevic, e ele, como homem de negócios, quer racionalmente utilizar seus recursos. Quer dizer, ele prefere canalizar os fundos para a resolução de problemas internos do país.

Tags: Crivella, ação, candidatos, freixo, política, proteção, religião

Compartilhe: