Jornal do Brasil

Domingo, 24 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

'Le Monde': Após Mossul coalizão anti-EI visa Rakka na Síria

Ocidentais querem evitar jihadistas em sua "capital" Síria após queda de reduto no Iraque

Jornal do Brasil

Matéria publicada nesta quarta-feira (26) pelo Le Monde conta que após Mossul a grande preocupação contra o terrorismo é não deixar que o Estado Islâmico (EI) volte a se reagrupar. Este é o raciocínio que leva a coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos a preparar uma nova batalha em Rakka, a "capital" do EI na Síria, enquanto a de Mosul começou há dez dias. 

Segundo a reportagem os principais membros da coalizão disseram isso nesta Terça-feira (25 de outubro) em uma reunião de treze ministros de defesa ocidentais, realizada em Paris.

> > Le Monde Après Mossoul, la coalition anti-EI vise Rakka en Syrie

"Temos de garantir que o EI seja erradicado em todos os lugares, e não pode continuar como uma fortaleza", alertou o presidente François Hollande

"Temos de garantir que o EI seja erradicado em todos os lugares, e não pode continuar como uma fortaleza", alertou o presidente François Hollande, na abertura da reunião. Ele advertiu contra as transferências dentro do que resta do "califado" do EI, como o retorno de jihadistas estrangeiros de volta ao seu país de origem e contra o planejamento dos novos ataques EI a oeste, com seu território reduzido.

"Vai ser uma sobreposição" das operações em Mosul e Rakka, "é parte do plano", disse o ministro da Defesa, Jean-Yves Le Drian. 

Como em Mosul, "vamos tentar estabelecer uma força tarefa em Rakka," capaz de apertar o cerco em torno da cidade, disse Ashton Carter, secretário de defesa do Estado americano.



Tags: Atentado, ataque, crime, morte, olimpíadas, segurança, terror

Compartilhe: