Jornal do Brasil

Terça-feira, 19 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Internacional

Líder da extrema direita italiana gera polêmica com Trump

Magnata desmentiu que tenha se reunido com Matteo Salvini

Jornal do Brasil

Um dos líderes da extrema direita italiana, Matteo Salvini, foi alvo de uma polêmica nesta quarta-feira (1) envolvendo o magnata e pré-candidato norte-americano à Presidência pelos republicanos, Donald Trump. Salvini, que é secretário do partido Liga Norte, disse em várias ocasiões que torce para que Trump vença as eleições de novembro e inclusive publicou uma foto ao lado do republicano para provar que teria se reunido com ele nos Estados Unidos. No entanto, o magnata negou publicamente o encontro com Salvini.    

"Não quis encontrá-lo", disse Trump em uma entrevista que deve ir ao ar nesta noite no programa "Hollywood Reporter" e que foi antecipada pelo jornal "La Repubblica". Na entrevista, Trump também tenta se distanciar de nomes da extrema direita europeia, incluindo a francesa Marine Le Pen, e de representantes políticos populistas. 

Apesar da negativa, o magnata realmente aparece em uma foto com Salvini. De acordo com o líder da Liga Norte, "há meia dúzia de e-mails que comprovam que o encontro foi planejado com antecedência" e que ocorreu na Pensilvânia durante uma convenção republicana. "Esta história me faz rir. Todo o conteúdo da entrevista é inacreditável. O encontro não foi improvisado. Não pulei de um avião com um chapeu e uma bandeirinha", ironizou Salvini. Opositores a Salvini aproveitaram a ocasião para criticá-lo.    

"Salvini, que papelão! Hoje descobrimos que Donald Trump nem ao menos sabe quem você é. E que você apenas fez uma foto com ele oportunamente", disse Gianfranco Librandi, do partido Escolha Cívica. 



Tags: eleição, estados, eua, trump, unidos

Compartilhe: