Jornal do Brasil

Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Internacional

'WSJ':Draghi arrisca sua reputação ao defender medidas de estímulo do BCE

Jornal do Brasil

Matéria publicada neste sábado (30) no The Wall Street Journal, conta que o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, falou inúmeras vezes na última semana sobre as perspectivas de mais estímulos para a zona do euro, dobrando as apostas sobre sua inesperada promessa de rever o programa de estímulo de 1,5 trilhão de euros (US$ 1,63 trilhão) em março.

Segundo a reportagem, Draghi está colocando em risco sua reputação ao insistir na ampliação dos estímulos, menos de dois meses depois de o banco ter decepcionado os investidores com um pacote de medidas menor que o esperado. 

Os investidores estão prevendo algo grande. A rentabilidade dos títulos de cinco anos do governo alemão registrou recordes de baixa, com taxa negativa em torno 0,25% esta semana, enquanto a rentabilidade dos títulos de 10 anos se aproximou do menor valor dos últimos nove meses, um indicativo de que os investidores estão esperando mais compras de títulos.

Presidente do BC europeu Mario Draghi
Presidente do BC europeu Mario Draghi

Até dezembro, o presidente do BCE nunca havia decepcionado os mercados, segundo Dario Perkins, economista da consultoria Lombard Street Research, de Londres. 

“Ele tem que fazer algo em março e tem que ser algo significativo. Se não, terá um problema real de credibilidade.”

O presidente do BCE ressaltou na coletiva de imprensa da semana passada que todo o conselho, composto de 25 membros, apoiou sua decisão de “rever e possivelmente reconsiderar” o estímulo da instituição em março.

Embora o conselho tenha sido unânime na necessidade de revisar o programa de estímulo do banco, é importante ter em mente que se eles vão reconsiderar ou não seu porte é ainda uma questão em aberto, de acordo com pessoas a par da situação. Isso provavelmente significa que não há unanimidade na ampliação do estímulo em março, dizem as fontes.

Tags: anarquia, Governo, oposição, partido, política

Compartilhe: