Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Internacional

Papa expressa proximidade aos cristãos no Iraque

Francisco disse que eles 'estão no coração da Igreja'

Agência ANSA

O papa Francisco voltou a expressar sua "proximidade" aos cristãos perseguidos no Iraque, a quem lhe disse que "estão no coração da Igreja", nesta quarta-feira (3) durante a audiência geral.

    "A Igreja sofre com vocês e está orgulhosa de vocês, são a força e o testemunho concreto e autêntico de sua mensagem de salvação, de perdão e de amor", disse o Papa.

    Ao anunciar "as boas vindas" aos peregrinos de língua árabe, "em especial aos vindos do Iraque", o Papa destacou que "a Igreja é mãe e como todas as mães sabe acompanhar o filho com necessidades, consolar o filho caído, curar o doente, buscar o perdido e sacudir o adormecido e também defender os filhos indefesos e perseguidos".

    "Hoje queria assegurar especialmente a estes últimos, a minha aproximação, são o coração da Igreja, a Igreja que sofre com vocês e está orgulhosa de vocês, são a força e o testemunho concreto e autêntico de sua mensagem de salvação, de perdão e de amor. Que o Senhor os abençoe e os proteja", disse Francisco.

    Nos últimos meses, o Papa tem feito fortes apelos de paz e de condenação contra a violência no Iraque, marcada por confrontos entre xiitas e sunitas, por ações do grupo Estado Islâmico (EI) e contra as perseguições aos cristãos.

    Ainda hoje o Pontífice recordou os 75 anos do começo da Segunda Guerra Mundial e afirmou que o mundo precisa de paz.

    "Confiamos à misericórdia de Deus aqueles que perderam a vida por amor à pátria e aos irmãos, e invoquemos o dom da paz para todos os países da Europa e do mundo. Hoje especialmente precisamos de paz", afirmou ele.

Tags: Francisco, igreja, iraque, papa, pontífice

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.